28 Novembro 2016

Memórias do Dia D

Oficina de fotografia © Gonçalo Barriga

O Dia D, que marca o início da temporada Gulbenkian Descobrir, desafiou no dia 10 de outubro crianças, jovens e adultos a questionar os conceitos de próximo e longe, familiar e desconhecido, presente e passado, entre outros, descobrindo múltiplas ligações entre tempos, geografias e culturas diferentes.

Para quem gosta de atividades ao ar livre, o dia começou com oficinas de construção de herbários, recortes, colagem e fotografia, sempre com o jardim Gulbenkian como pano de fundo e fonte de inspiração. A manhã acabou com uma (re)descoberta da música popular portuguesa, com os Macadame e à tarde os participantes foram convidados a viajar num mundo com muita cor e aventuras, através do espetáculo A montanha.

Ao longo de todo o dia, os participantes assistiram a dois concertos dos Canto Ondo, entre tapetes, cerâmicas e estórias no Museu Gulbenkian – Coleção do Fundador. E no jardim, eram convidados a entrar numa caravana (Microglobo – o teatro mais pequeno do mundo) para ouvir estórias dos clássicos de Shakespeare para todas as idades. 

A ciência não foi esquecida neste dia festivo, com a presença da instalação interativa Morfogénese musical, que explica a evolução genética duma flor. No jardim podiam-se escutar jovens cientistas que nos deram a conhecer alguns dos mistérios da ciência e da vida. A festa terminou no anfiteatro ao ar livre, com muito jazz e animação do Gerajazz.  

Os participantes deste Dia D foram verdadeiros exploradores e curiosos que sabem que as descobertas são sempre melhores, quando feitas e partilhadas com a família e os amigos.

Obrigada a todos pela vossa presença e participação! Veja alguns momentos deste dia na nossa galeria de imagens. 

 

Atualização em 20 Agosto 2019