Visita orientada: 100 anos de Ribeiro Telles – um homem sempre atual

Slider de Eventos

Data

Loading

Local

Jardim Gulbenkian

«Na idealização deste jardim, procurou-se que a forma dos bosques e clareiras, a presença da água, o contraste da luz e da sombra respondessem ao apelo de uma cultura mediterrânica e à essência das nossas paisagens.»

— Gonçalo Ribeiro Telles

Nestas palavras, Ribeiro Telles refere-se ao Jardim da Fundação Calouste Gulbenkian, projetado em parceria com António Vianna Barreto nos anos 60. Com esta obra de arquitetura paisagista reafirmou-se a ideia de “jardim português” − espelho da cultura portuguesa a da paisagem mediterrânica. Mas o legado deste homem visionário, sonhador e muito prático, alcançou − de forma original e pioneira −, um inestimável legado nas áreas da política ambiental, da cultura e da arquitetura paisagista em Portugal. No ano em que Ribeiro Telles faria 100 anos, vamos conhecê-lo melhor, numa visita ao Jardim Gulbenkian conduzida pela sua aluna, Aurora Carapinha, também arquiteta paisagista.

Conceção e orientação: Aurora Carapinha


INFO ADICIONAIS

  • Ponto de encontro na entrada do Edifício Sede (lado exterior);
  • Os participantes devem trazer calçado confortável;
  • Esta visita está inserida no Festival Jardins Abertos.

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.