Sinalização Bacteriana

Karina Xavier

As bactérias comunicam entre si através de pequenas moléculas químicas, num processo denominado de quorum sensing. Este processo permite que uma população de bactérias coordene o comportamento coletivo de forma produtiva à semelhança do que ocorre em organismos multicelulares.

Comportamentos regulados por quorum sensing são frequentemente cruciais para o estabelecimento de relações frutíferas entre bactérias e hospedeiros, sejam estas de natureza simbiótica ou patogénica.

O laboratório de Sinalização Bacteriana, usa abordagens bioquímicas e genéticas para estudar os mecanismos moleculares subjacentes ao processo de quorum sensing, com ênfase em mecanismos que promovem a comunicação entre espécies.

Esta investigação, estabelece um estudo integrado de identificação das moléculas químicas sinalizadoras, dos mecanismos intra e extra celulares intervenientes na deteção de sinais e processamento da informação a nível da bactéria e por último, a caraterização do comportamento das bactérias em comunidade constituídas por múltiplas espécies.

O objetivo final, é entender como a sinalização entre bactérias molda a comunidade bacteriana da microbiota, mais especificamente, como molda a identidade e quantidade das espécies intervenientes, e como afeta a fisiologia de animais e plantas.

Em particular, os investigadores estão interessados em entender como a sinalização bacteriana desempenha um papel na colonização, manutenção e resiliência da comunidade bacteriana da microbiota.

 


Publicações