Sinalização de Stress em Plantas

Elena Baena Gonzalez

As bactérias comunicam entre si através de pequenas moléculas químicas, num processo denominado de quorum sensing. Este processo permite que a gestão dos recursos energéticos é essencial em todos os organismos.

Nas plantas, os açúcares produzidos na fotossíntese são distribuídos pelos diferentes processos celulares e pelos órgãos dreno – frutos, sementes, tubérculos, raízes, entre outros. Esta distribuição é um fator determinante da produtividade das culturas, afetando o potencial intrínseco de produção, bem como a tolerância a condições climáticas adversas.

Os mecanismos subjacentes à gestão de energia das plantas envolvem a ação da proteína quinase SnRK1, mas os mecanismos através dos quais SnRK1 é regulada e atua para coordenar a assimilação de carbono, o armazenamento e o crescimento são ainda desconhecidos.

O objetivo do trabalho do grupo de investigação é compreender como a SnRK1 é regulada por sinais energéticos e hormonais e como contribui para uma gestão adequada dos recursos a nível celular e da planta inteira, influenciando o crescimento e desenvolvimento dos diferentes órgãos.

A longo prazo, a compreensão destes mecanismos poderá ajudar a redirecionar os recursos de carbono das plantas para processos de defesa, crescimento e armazenamento de interesse, melhorando a produtividade não só em condições normais, mas também em condições de falta de água ou de nutrientes.

 

 


Publicações


Notícias