Wiebke Siem

Kiel, Alemanha, 1954

Vive e trabalha em Berlim. Estudou escultura na Hochschule für Bildende Künste de Hamburgo (de 1979 a 1984), onde foi professora de escultura de 2002 a 2008. Foram-lhe atribuídas várias bolsas e residências, entre as quais, recentemente, a de Goslarer Kaiserring (2014).

Das últimas exposições individuais refiram-se Wiebke Siem –  Der Traum der Dinge, K20 Grabbeplatz, Labor, Düsseldorf (2016); Wiebke Siem, Lehmbruck Museum, Duisburg (2015); Wiebke Siem – Kaiserringträgerin der Stadt Goslar, Mönchehaus-Museum, Goslar (2014). Numa seleção das suas últimas participações em exposições coletivas refiram-se Gesichter zwischen Figur, Porträt und Maske, Neues Museum, Nürnberg (2015); Regionalismus, Salzburger Kunstverein, Salzburgo (2013); and Weltreise-Kunst aus Deutschland unterwegs.

A partir da escultura e da instalação, por vezes na fronteira da arte e do design, Wiebke Siem trabalha o comentário de convenções sociais, associadas à questão de género, da aparência e da máscara, da mitificação e do valor coletivo. Humor e ironia, citação e invenção dirigem o seu olhar crítico e as opões figurativas que lhe dão expressão.