Portuguese Contemporary Art

Semana de Portugal em Sófia

Exposição de pintura portuguesa contemporânea, realizada por ocasião da Semana de Portugal em Sófia. Comissariada por José Sommer Ribeiro, esta mostra surge num período em que se intensificaram as representações internacionais de arte portuguesa organizadas pelo Centro de Arte Moderna e enquadradas na diplomacia cultural portuguesa.
Exhibition on Portuguese contemporary painting presented in Sofia as part of the Week of Portugal, under the curatorship of José Sommer Ribeiro. The exposition took place at a time when representation of Portuguese art was being actively promoted internationally through initiatives of Portuguese cultural diplomacy, with organisation from the Modern Art Centre.

Exposição de pintura portuguesa contemporânea, realizada por ocasião da Semana de Portugal em Sófia (Bulgária), promovida pela Associação Industrial Portuguesa e pela Associação Industrial da Bulgária e organizada pelo Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian (FCG).

Esta mostra enquadra-se num período de ativa diplomacia cultural, em que se intensificaram as representações internacionais de arte portuguesa organizadas pelo Centro de Arte Moderna (CAM). As relações culturais entre a FCG e a Bulgária remontam aos finais da década de 1970, momento a partir do qual foram realizadas sucessivas mostras de arte búlgara nas galerias de exposições temporárias da FCG (cf. «Gravura Búlgara Contemporânea», 1978; «1000 Anos de Ícones Búlgaros», 1979; «Arte Búlgara Contemporânea», 1984; «Mestres da Pintura Búlgara», 1988).

A logística da organização desta exposição em Sófia foi assegurada pelo Comité Cultural da Bulgária, embora enquadrada nas indicações dadas pelo Centro de Arte Moderna, através da intermediação da Embaixada de Portugal na Bulgária.

Comissariada por José Sommer Ribeiro, diretor do CAM, a seleção das obras restringiu-se à sua disponibilidade nas reservas pertencentes ao acervo do CAM, uma vez que a organização da exposição coincidiu com a reformulação da exposição permanente da Coleção, o que justificou, por exemplo, a escolha de obras iniciais de Paula Rego, correspondentes às pinturas neofigurativas da década de 1960, ao invés da sua produção artística mais recente. Atendendo às mesmas motivações, os exemplos de arte portuguesa de datação mais recente correspondiam a obras em regime de depósito no CAM, como os guaches de José de Guimarães ou as pinturas de Graça Morais, realizados na década de 1980.

Esta proposta de revisitação da pintura portuguesa desde a década de 1930 até aos anos de 1980 não pretendia apresentar um panorama completo da pintura portuguesa contemporânea a partir das reservas do CAM. Procurava oferecer percursos individualizados dos artistas representados, mais do que correntes e movimentos que vigoraram no período em causa, apesar da orientação cronológica exigida pelos enquadramentos artísticos da época.

O conjunto apresentado na galeria da Fundação Ludmila Jivkova integrou 32 pinturas de dez artistas portugueses nascidos entre os anos de 1900 e 1950. Mário Eloy e Dominguez Alvarez, ativos desde finais da década de 1920 e durante a década seguinte, representavam a geração mais recuada, deixando antever as influências do expressionismo nos seus percursos individuais. Com um interregno da década de 1940, os anos 50 eram apresentados através das obras ainda de pendor neorrealista de Júlio Pomar e de outras, de Marcelino Vespeira, indicativas da sua aproximação ao surrealismo. As obras de Júlio Resende, Paula Rego, Joaquim Rodrigo, António Palolo, José de Guimarães e Graça Morais eram representativas da heterogeneidade pictórica das décadas seguintes.

Ao invés do tradicional catálogo, foi publicado um cartaz-folheto, que simultaneamente anunciava a exposição e apresentava os artistas e as obras representadas.

Nas palavras de Luiz Gonzaga Ferreira, embaixador de Portugal na Bulgária, «a presença de uma Exposição de Pintura Contemporânea Portuguesa, do Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, na Semana Portuguesa de Sófia constituiu um dos momentos altos e contribuiu para lhe dar um relevo que ultrapassou as expectativas» (Carta de Luiz Gonzaga Ferreira para José Sommer Ribeiro, 15 out. 1989, Arquivos Gulbenkian, CAM 00176).

A relevância desta iniciativa foi também notada na imprensa escrita búlgara, nomeadamente numa crítica de Nina Mirtcheva que dava conta da forma como esta exposição se havia tornado um veículo de aproximação entre os dois países (Mirtcheva, Narodna Kultura, 13 out. 1989, p. 2).

No decorrer da Semana Cultural e Económica de Portugal, além do fórum económico-industrial, foi apresentada uma exposição de painéis fotográficos de atividades da Fundação Calouste Gulbenkian (cf. Documentação), e outra ainda, dedicada à criatividade infantil, promovida pelo Serviço de Animação, Criação Artística e Educação pela Arte (ACARTE) da Fundação Calouste Gulbenkian. O programa cultural incluiu também concertos de música clássica.

Filipa Coimbra, 2018


Ficha Técnica


Artistas / Participantes


Coleção Gulbenkian

S/Título

António Palolo (1946-2000)

S/Título, 1973 / Inv. 83P573

S/Título

António Palolo (1946-2000)

S/Título, 1970 / Inv. 81P570

S/Título

António Palolo (1946-2000)

S/Título, 1971 / Inv. 83P572

Lisboa - Algeciras

Joaquim Rodrigo (1912-1997)

Lisboa - Algeciras, 1969 / Inv. 69P145

Soria-Nîmes

Joaquim Rodrigo (1912-1997)

Soria-Nîmes, 1971 / Inv. 83P147

Trás-os-Montes

Joaquim Rodrigo (1912-1997)

Trás-os-Montes, 1964 / Inv. 67P146

D. Quixote

José Dominguez Alvarez (1906-1942)

D. Quixote, 1934 / Inv. 83P445

Segóvia

José Dominguez Alvarez (1906-1942)

Segóvia, 1932 / Inv. 83P84

sem título (Rua ao Sol)

José Dominguez Alvarez (1906-1942)

sem título (Rua ao Sol), 1930 / Inv. 83P83

Júlio Pomar (1926-2018)

Cena na Praia, 1959-1960 / Inv. 62P259

Mulheres na Praia

Júlio Pomar (1926-2018)

Mulheres na Praia, 1950 / Inv. 81P447

Pintura

Júlio Resende (1917-2011)

Pintura, 1964 / Inv. 71P921

s/título

Júlio Resende (1917-2011)

s/título, 1948 / Inv. 83P924

Florirena (Viagem Vermelha duma Flor do Sul)

Marcelino Vespeira (1925-2002)

Florirena (Viagem Vermelha duma Flor do Sul), 1968 / Inv. 83P481

Óleo 130

Marcelino Vespeira (1925-2002)

Óleo 130, 1960 / Inv. 60P107

Óleo 54

Marcelino Vespeira (1925-2002)

Óleo 54, 1950 / Inv. 81P103

Komposição - Natureza morta

Mário Eloy (1900-1951)

Komposição - Natureza morta, c.1934 / Inv. 83P315

O pintor Altberg e a mulher

Mário Eloy (1900-1951)

O pintor Altberg e a mulher, 1932 / Inv. 83P199

s/título (Rapariga com chapéu)

Mário Eloy (1900-1951)

s/título (Rapariga com chapéu), Inv. 83P81

Tríptico

Paula Rego (1935-2022)

Tríptico, c. 1964 / Inv. 83P973


Eventos Paralelos

Programa cultural

Semana de Portugal em Sófia

out 1989
Sófia, Bulgária

Publicações


Material Gráfico


Documentação


Imprensa


Fontes Arquivísticas

Arquivos Gulbenkian (Centro de Arte Moderna), Lisboa / CAM 00176

Pasta com documentação referente à produção da exposição. Contém convite, cartaz, correspondência recebida e expedida, correspondência interna, recortes de imprensa, seguros, planta, elementos para o catálogo. 1989 – 1989


Exposições Relacionadas

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.