Extracto da Memória Descritiva do Grupo A (Plano Geral)

Em Fevereiro de 1960 o Grupo A — uma das três equipas convidadas a concurso, para além do Grupo B e C, constituído pelos arquitetos Ruy Athougia, Alberto Pessoa e Pedro Cid — apresenta a sua proposta para as Instalações da Sede e Museu da Fundação Calouste Gulbenkian.

Grupo A — Extractos da Memória Descritiva apresentada por Ruy Athougia, Alberto Pessoa e Pedro Cid

(…) A solução que se propõe para o conjunto da Sede e Museu da Fundação resultou, para além do cumprimento das condições do programa, da atenta interpretação do sentido humano e do carácter predominantemente cultural da instituição. (…) A construção implanta-se em posição central dentro do Parque, com uma ocupação de área de cerca de 15%, sendo as orlas arborizadas envolventes suficientemente amplas para garantirem um bom isolamento em relação às vias de trânsito periférico As condições topográficas do local onde as árvores de maior porte se encontram numa zona de cota mais elevada do que toda a orla Norte do terreno, permitiram localizar na depressão existente, um vasto piso subterrâneo, cuja a cobertura dá origem a uma ligeira sobreelevação artificial, que valoriza perspecticamente os edifícios. A distribuição dos volumes de construção obedeceu fundamentalmente a uma procura de horizontalidade, que deixasse ler para lá deles, e em todas as direcções, a continuidade do Parque. O Parque condicionou também a organização dos espaços interiores, que se procuram valorizar em função da zona verde que os envolve. Salienta-se aqui a posição das salas de reunião e de conferências, da nave de exposições temporárias e o tratamento espacial do Museu, cujas galerias abrem em grande parte para sul. (…) As coberturas dos corpos mais baixos foram tratados, ou como extensão do próprio Parque (salas de reunião e conferências) ou como terraço ajardinado na cobertura da nave de exposições temporárias o qual constitui prolongamento ao ar livre das instalações de Recepção e da Presidência. (…) Este anfiteatro (concebido sem qualquer rigidez de traçado, sendo as filas de lugares dispostos por entre o arvoredo, constitui um elemento paisagístico (…). O arranjo paisagístico do Parque prevê-se realizável em grandes extensões de relvado, com macissos de arvoredo e um mínimo de arruamentos de serviço. Prevê-se não só a conservação das melhores espécies existentes, entre as quais avultam os três eucaliptos, cuja conservação condicionou a implantação dos edifícios, mas também a plantação de outras, nomeadamente no guarnecimento de orlas previstas.

II – APRECIAÇÃO GERAL DO ESTUDO APRESENTADO PELO GRUPO A a) UTILIZAÇÃO DO SÍTIO . O EDIFÍCIO EM RELAÇÃO AO PARQUE E ÀS IMEDIAÇÕES – Apesar duma certa rigidez de recorte em planta e de volumes o edifício proposto integra-se no parque dum modo correcto e agradável. Ocupa a zona mais desguarnecida de arvoredo; deixa livre 86,6 % do terreno; permite, por todos os lados, um amplo envolvimento de vegetação; tomou na devida conta a existência das árvores mais valiosas; desenvolve-se em volumes baixos, que o arvoredo domina em altura; e sobretudo não está apenas poisado ou encaixado no terreno. A suave elevação do solo a partir da Avenida de Berna e os relevos e interpenetração criadas são facetas muito apreciáveis da integração conseguida. Por outro lado a presença e o goso do Parque sentem-se em variados sectores da composição interna ( ex: foyers, salas de reunião e de conferências, exposições temporárias, restaurante, etc). quanto às relações com o exterior envolvente do parque o edifício não criará problemas, dado que viverá com relativa autonomia no seu próprio enquadramento natural. (…)RELATÓRIO DE APRECIAÇÃO DOS TRÊS ESTUDOS DE ANTE-PROJECTO DA CONSTRUÇÃO DA SEDE E MUSEU DA FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN de 20 de Março de 1960. (…)

A 4 de Abril de 1960 a Azeredo Perdigão informa os arquitetos Ruy Athougia, Alberto Pessoa e Pedro Cid – Grupo A – que a sua proposta é a proposta vencedora.

Maqueta do Conjunto – Concurso equipa A

 

  • Data de produção: 1960
  • Projetistas (autores principais): ATHOUGUIA, Ruy, PESSOA, Alberto, CID, Pedro
  • Fase do projeto: Do concurso ao anteprojeto
  • Identificador: Arquivos da Fundação Calouste Gulbenkian

Para consultar a versão original deste documento deverá contactar os Arquivos Gulbenkian através do endereço eletrónico arquivos@gulbenkian.pt e referenciar o identificador