Reticulado de Fixação das Raízes

Planta pertencente ao espólio do arquiteto paisagista António Facco Viana Barreto, acondicionado no forte de Sacavém – Direção-Geral do Património Cultural

Reticulado de Fixação de Raízes (1959) desenvolvido pelos arquitetos paisagistas António Facco Viana Barreto, Álvaro Ponce Dentinho e Albano Castelo Branco para os terraços do Hotel Ritz, projetado pelo arquiteto Pardal Monteiro em Lisboa.

António Facco Viana Barreto (…) foi convidado por Ruy Athouguia para participar no anteprojecto da Gulbenkian, em especial no referente à definição preliminar da vegetação a manter e, sobretudo, em relação ao tratamento a dar ao revestimento vegetal da cobertura da área de estacionamento subterrâneo que se previa uma superfície com cerca de 7000 m2. Nesse tempo, não era muito comum a construção de estacionamentos subterrâneos, em particular com uma área tão vasta. Porém, a experiência que já tinha neste tipo de revestimento facilitou então a nossa participação no projecto (…) [i].

Este conhecimento, que o arquiteto paisagista  tinha, revelava-se da maior importância para a resolução da cobertura do estacionamento subterrâneo que a equipa vencedora do concurso para a Sede e Museu da Fundação Calouste Gulbenkian – Grupo A  propunha.

No entanto o desafio que era proposto a António Facco Viana Barreto era agora maior, uma vez que a cobertura  de estacionamento proposta apresentava novas variáveis:

– dimensão e inclinação.

– problemas de drenagem e de acumulação de água criando condições adversas ao revestimento vegetal.

[i] António Facco VIANA BARRETO, “ Os jardins da Fundação Calouste Gulbenkian” in A Utopia e os Pés na Terrapp. 213-215, Ministério da Cultura, Lisboa, 2003. p.  214.

 

  • Data de produção: 1959
  • Projetistas (autores principais): BARRETO, António Facco Viana
  • Fase do projeto: Do concurso ao anteprojeto
  • Cobertura temporal: 1959
  • Tipo de dados: Imagem
  • Formatos de extensão: 1 desenho
  • Formato de media: jpg
  • Palavras-chave: peça técnica