• França, c. 1897-1898
  • Ouro, esmalte, chifre e ametista
  • Inv. 1208
  • Assinado: LALIQUE

Diadema «Galo»

René Lalique

Diadema composto por uma cabeça de galo em vulto perfeito, executado em ouro, chifre e esmalte, tendo no bico aberto uma pedra de quartzo-ametista lapidada. Notável na peça é o delicado tratamento dos elementos da crista e dos corais, em malha de ouro serrada, a que se acrescenta o magnífico trabalho de esmaltes irisados em tons de azul e verde, tão característicos das joias de Lalique. O pente, de chifre, composto por três dentes, é articulado por uma charneira de ouro. A joia foi apresentada na Exposição Universal de Paris de 1900, que consagrou definitivamente a reputação de Lalique, onde provocou, tal como aconteceu com o peitoral «Libélula», grande espanto e admiração.

Adquirido por Calouste Gulbenkian a René Lalique, 1904.

A. 9 cm; L. 15 cm

Ferreira 1999

Maria Teresa Gomes Ferreira, Lalique. Joias. Lisboa: Museu Calouste Gulbenkian, 1999, p. 223, cat. 59.

Leite 2008

Maria Fernanda Passos Leite, René Lalique no Museu Calouste Gulbenkian. Lisboa: Museu Calouste Gulbenkian, 2008, pp. 38-39, cat. 3.

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.