• França, 1903-1905
  • Prata e vidro
  • Inv. 1214

Centro de mesa «Figura feminina»

René Lalique

Esta peça apresenta, de novo, uma temática cara a Lalique – a figura feminina – que aqui nos surge rodeada por fauna e flora aquáticas. Do centro de um lago em prata e vidro, encimando uma flor de nenúfar, emerge uma figura feminina nua, em vulto perfeito, envolta por algas que se confundem com os próprios cabelos. Do lago saem torsos de outras figuras, meio humanas meio fantásticas, também em prata, que seguram nos braços outros tantos peixes de cujas bocas escancaradas jorram jatos de água, em vidro.

Este centro de mesa poderá considerar-se um exemplo importante da versatilidade do artista que não só imagina, desenha e executa joias de grande originalidade e mestria técnica, como domina os mais variados materiais, no presente caso a prata e o vidro.

A representação da água e do meio aquático em geral é uma constante na obra do artista que podemos encontrar ora em «joias-paisagem», ora em fontes, ora em centros de mesa como este.

Adquirida por Calouste Gulbenkian a René Lalique, 1905.

A. 59 cm; L. 65 cm; Prof. 99 cm

Lisboa 1999

A Arte do Retrato. Quotidiano e Circunstância, catálogo de exposição. Lisboa: Museu Calouste Gulbenkian, 1999, pp. 210-211, n.º 82.

Lisboa 2001

Museu Calouste Gulbenkian. Lisboa: Museu Calouste Gulbenkian, 2001, p. 180, cat. 157.

Lisboa 2011

Museu Calouste Gulbenkian. Lisboa: Museu Calouste Gulbenkian, 2011, p. 203, cat. 182.

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.