L'Artiste du Mois. Costa Pinheiro

Ciclo «L'Artiste du Mois»

Mostra individual de Costa Pinheiro (1932-2015) no Centre Culturel Portugais, integrada no ciclo «L’Artiste du Mois», um programa de divulgação de 27 artistas portugueses promovido pelo seu diretor, José-Augusto França. Durante quatro anos, de 1984 a 1988, e ao longo de um mês, era apresentada a obra de um artista português residente em Paris ou com um percurso criativo relacionado com a capital francesa.
Solo exhibition of the work of Costa Pinheiro (1932-2015) at the Centre Culturel Portugais, staged as part of the L'Artiste du Mois series, a dissemination programme featuring work by 27 Portuguese artists run by director José-Augusto França. Over the course of four years, from 1984 to 1988, the work of a Portuguese artist residing in Paris or with creative connections to the city would be placed on display for a month.

Segunda mostra do ciclo «L’Artiste du Mois», correspondente ao ano de 1988. Implementada por José-Augusto França, esta iniciativa tinha como objetivo aproximar o público francês do panorama artístico português. Ao longo dos quatro anos (1984-1988) em que o ciclo decorreu, foram apresentados no Centre Culturel Portugais 27 artistas portugueses. Num primeiro momento, a escolha incidiu em artistas residentes em Paris, tendo este critério, posteriormente, perdido relevância. Dos sete artistas selecionados para o ano de 1988, apenas dois residiam em França, e só um deles em Paris, encontrando-se os restantes a desenvolver o seu trabalho em Lisboa, no Brasil e na Alemanha. 

Cada exposição era composta por um pequeno conjunto de trabalhos do artista escolhido e por alguma documentação sobre o seu percurso. Por ocasião de cada uma destas mostras, era produzido um postal, no qual figurava uma obra representativa da exposição e, no verso, a biografia do artista e a sua morada de residência.

No caso da exposição individual de Costa Pinheiro (1932-2015), o postal produzido pelo Centre Culturel Portugais indica-nos que, muito provavelmente, entre as obras expostas se encontrava Dona Inês (1986). 

O tema dos Reis surge novamente, após a emblemática série de 27 obras, exposta pela primeira vez em 1966, em Munique, cidade para onde o artista se mudara em 1960. Numa entrevista disponibilizada no catálogo, ao falar dos motivos que o levaram a pintar essa série, Costa Pinheiro afirma: «Bem, um deles foi o interesse muito pessoal em realçar algumas personagens históricas e contar sobre elas coisas boas e coisas más.» E mais adiante acrescenta: «Combato certas ideias que continuam vivas entre nós. […] Talvez também por isso me tenha surgido a ideia de pintar estas figuras mortas… torná-las vivas, mas no sentido de reflectir sobre as figuras que estão por detrás.» (Os Reis. Costa Pinheiro, 1964-66. Retrospectiva, 1989)

Esta problemática é novamente trabalhada pelo artista na obra de 1986 exposta no Centre Culturel Portugais ao representar Dona Inês a ser retratada, chamando a atenção para a discrepância do que esconde, ou não revela, a imagem.

Um ano depois, a Fundação Calouste Gulbenkian organizava «Os Reis. Costa Pinheiro, 1964-66. Retrospectiva», apresentando pela primeira vez em Portugal a série completa.

Mariana Roquette Teixeira, 2018


Ficha Técnica


Artistas / Participantes


Material Gráfico


Imprensa


Fontes Arquivísticas

Arquivos Gulbenkian (Centre Culturel Portugais de Paris), Lisboa / PRS 05014

Pasta com documentação referente à produção da exposição. Contém postal da exposição. 1984 – 1988

Arquivos Gulbenkian (Centre Culturel Portugais de Paris), Lisboa / PRS 05378

Pasta com documentação referente à produção da exposição. Contém postal da exposição. 1979 – 2003

Arquivos Gulbenkian (Centre Culturel Portugais de Paris), Lisboa / CCP-S002-D00148

5 provas, cor: aspetos (FCG-CCP, Paris) 1988


Exposições Relacionadas

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.