Cooperação bilateral: encontrar o parceiro certo

 

As Organizações Não-Governamentais (ONG) portuguesas podem recorrer ao novo website ngonorway.org criado pelo Norwegian Helsinki Committee, uma plataforma mais funcional e abrangente, para procurar entidades parceiras dos três países financiadores dos EEA Grants – Islândia, Liechtenstein e Noruega – para os seus projetos, em particular para Iniciativas de Cooperação Bilateral, concurso que o Programa Cidadãos Ativ@s mantém aberto em permanência até junho de 2023.

Com o novo website disponibiliza-se uma base de dados que é uma ferramenta indispensável para as ONG portuguesas que procurem estabelecer parcerias com entidades dos países financiadores. Aqui as organizações podem registar-se e procurar outras organizações, de acordo com o país e com os temas a que se dedicam: Luta contra o racismo e a discriminação; Crianças e jovens; Educação cívica; Democracia e cidadania ativa; Igualdade de género e violência de género; Direitos humanos; Capacitação organizacional; etc.

Esta base de dados vem substituir a anterior, que só estará disponível até ao final de 2018 e cuja informação não irá migrar para a nova plataforma devido às recentes alterações na lei sobre a proteção de dados. As organizações portuguesas que já se tinham registado anteriormente, deverão por isso voltar a fazê-lo na nova base de dados.

Outra das áreas em destaque neste website é um guia de referência para os preços na Noruega, que pode ser muito útil para a orçamentação tanto de projetos candidatos aos eixos 1, 2, 3 e 4 (ver calendário indicativo dos concursos) que envolvam parceiros deste país, como das próprias Iniciativas de Cooperação Bilateral. Noutra área do website contam-se ainda várias histórias de sucesso no âmbito da cooperação bilateral que podem servir de inspiração às ONG portuguesas.

O Norwegian Helsinki Committee, que gere o ngonorway.org, é a organização interlocutora para as relações bilaterais no âmbito do Active Citizens Fund para os 15 países beneficiários dos EEA Grants, entre os quais está Portugal.