Plano Geral – Ampliação

Plano Geral do Parque Calouste Gulbenkian. Projecto de Revisão, 1966

Proposta de ampliação do parque  Gulbenkian onde se defende e sublinha a importância do eixo estrutural da composição, a sul, garantindo continuidade visual e a leitura da encosta que se desenvolve a partir de S. Sebastião da Pedreira.

Após a decisão da ampliação do Parque foi  apresentado  uma proposta pelos arquitetos paisagistas que defendia a permeabilidade visual entre o parque de Santa Gertrudes e o parque Gulbenkian. Esta proposta de permeabilidade, entre os dois espaços, concretizou-se na criação  de um vão com gradeamento no muro que dividia as duas propriedades [i].

Também é nítido nesta planta:

– o jogo que os projetistas estabeleceram entre clareiras e mata , luz/sombra.

– A diferenciação entre a área de enquadramento e receção ao edifício, a norte, e o espaço a sul onde surge uma linguagem que induz ao passeio, à estadia.

– Note-se que nesta planta de 1966 um dos o sistemas mais icónicos de jardim, o sistema de percursos, ainda que esteja referenciado não se apresenta com a força e com a expressão , plástica , material e espacial que apresenta hoje em dia.

[i] Esboço Conceptual – Lado Sul

  • Data de produção: 12/1966
  • Projetistas (autores principais): TELLES, Gonçalo Pereira Ribeiro
  • Contribuintes (autores secundários): FCG - Serviço de Projectos e Obras
  • Fase do projeto: Revisão de 1966
  • Identificador: PT FCG FCG:SPO-S015/01-DES01097

Para consultar a versão original deste documento deverá contactar os Arquivos Gulbenkian através do endereço eletrónico [email protected] e referenciar o identificador