A Idade de Ouro do Mobiliário Francês

Da Oficina ao Palácio

Slider de Eventos

Data

06 mar – 28 set 2020
  • Encerra à Terça

Local

Coleção do Fundador – Galeria do Piso Inferior Av. de Berna, 45A, Lisboa Lotação máxima: 25 visitantes
No século XVIII, o mobiliário francês atingiu um nível de excelência nunca antes visto. Esta exposição coloca em destaque alguns móveis emblemáticos procurando mostrar o que está por detrás da execução destas peças fantásticas.

Conhecido como o Século de Ouro do mobiliário francês, o século XVIII foi palco de grandes transformações neste campo, alcançando-se uma qualidade técnica e artística sem precedentes na produção de móveis. A conjuntura favorável da época permitiu que tal acontecesse. Esta exposição tem como ponto de partida alguns exemplares emblemáticos da Coleção do Fundador produzidos neste período, nomeadamente a secretária-cilindro de Jean-Henri Riesener, e importantes empréstimos de instituições nacionais e internacionais, como o Museu Nacional de Arte Antiga e o Musée des Arts Décoratifs.

Pretende-se explorar as diferentes fases da produção destas peças, desde a matéria-prima, a madeira, ao móvel delicado e exuberante destinado a palácios reais, desvendando os segredos da sua criação: os artesãos e as oficinas que estiveram na sua origem, os materiais de eleição, as técnicas e as ferramentas que permitiram a sua conceção. Para tal, revela-se imprescindível a parceria com a Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva, cujo conhecimento técnico permite imprimir à exposição um lado mais prático.

Desde o final do século XVII que a liberalização dos costumes vinha a acontecer, refletindo-se em muitos aspetos da sociedade, como na maneira de as pessoas se relacionarem e conviverem. Estas mudanças de comportamento vão-se fazer sentir nos ambientes interiores. O gosto pelo conforto, aliado ao requinte, assume uma importância cada vez maior na vida palaciana. O mobiliário acompanha as transformações da sociedade adaptando-se às novas necessidades.

Para responder às exigências de uma elite esclarecida e sofisticada, ávida de novidades, os marceneiros e ebanistas recorrem a algumas inovações técnicas. O móvel passa a ser pensado com uma funcionalidade específica, não esquecendo a sua vertente estética. O seu criador, seja arquiteto, ornamentalista ou mesmo artesão qualificado, vai ao encontro dos desejos da clientela, anunciando o design moderno.

Curadoria: Clara Serra

Jean-Henri Riesener. Secretária de cilindro (pormenor). Paris, 1773. Carvalho e madeiras exóticas, bronzes cinzelados e dourados, veludo. Coleção do Fundador
Jean-Henri Riesener. Secretária de cilindro (pormenor). Paris, 1773. Carvalho e madeiras exóticas, bronzes cinzelados e dourados, veludo. Coleção do Fundador

VISITA 360º


VÍDEOS


Temas

André-Jacob Roubo

O Desenho - Onde Tudo Começa

Ferramentas e encaixes

As Madeiras

Marcenaria e Ebanisteria

Os Bronzes Dourados

Uma Oficina do Século XVIII

Os Móveis do Século XVIII


Programação complementar

Visita orientada
Sábado, 12, 19 setembro, 15:00
Sábado, 19 setembro, 11:00
Saber mais

À conversa com a curadora Clara Serra
Beleza e Mestria do Mobiliário Francês do século XVIII
Sábado, 26 setembro, 16:00
Saber mais

Parceria

  • Logo FRESS

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.