Portugal e o Reino Unido. A Aliança Revisitada

Lisboa 94. Capital Europeia da Cultura

Exposição coletiva e retrospetiva, organizada em parceria pela Fundação Calouste Gulbenkian e pelo British Council. A mostra reuniu um conjunto de objetos de diversas áreas – artes visuais, literatura, ciência, arquitetura –, com o objetivo de representar a antiga aliança entre Portugal e o Reino Unido através de peças que ilustraram a História.
Collective retrospective exhibition organised by the Calouste Gulbenkian Foundation in partnership with the British Council. The show illustrated the history of the old alliance between Portugal and the United Kingdom in a display featuring a selection of objects from a variety of fields: the visual arts, literature, science, architecture.

Exposição coletiva organizada em parceria pela Fundação Calouste Gulbenkian (FCG) e pelo British Council, sob o alto patrocínio da rainha Isabell II de Inglaterra e do presidente da República Portuguesa, Mário Soares, e integrada no plano de atividades proposto pelas comemorações da Lisboa 94 – Capital Europeia da Cultura.

Selecionada e organizada por Angela Delaforce, especialista em História da Arte de Espanha e Portugal, a mostra reuniu um conjunto de objetos das mais diversas áreas – artes visuais e aplicadas, literatura, ciência, arquitetura –, constituído por mais de 300 peças de arte provenientes de diversas instituições, museus e colecionadores, públicos e privados. Entre eles, destacam-se a coleção particular da rainha Isabel II e as coleções do British Museum, da National Portrait Gallery, do Museu Nacional de Arte Antiga e do Museu de Física, da Universidade de Coimbra.

Foram apresentadas obras de diferentes vertentes artísticas – painéis de azulejos, pratas, faianças, desenho, gravura, pintura, mobiliário, escultura, numismática, tecidos e documentos gráficos (cartas, livros em pergaminho e documentação oficial) que ilustravam a história das relações diplomáticas entre Portugal e o Reino Unido. No conjunto de obras apresentadas, poderia ser destacada, por exemplo, «a Baixela da Victoria, desenhada por Domingos Sequeira e executada em Portugal», um presente oferecido por Portugal ao 1.º duque de Wellington (Comunicado de imprensa, 27 out. 1994, Arquivos Gulbenkian, CAM 00355).

A diversidade de objetos expostos – inseridos num arco cronológico com centenas de anos – acompanhava vários episódios da história anglo-portuguesa, desde «1372, com o Tratado de Paz, assinado em Tagilde, até ao presente, com ilustrações de Paula Rego para as Nursery Rymes»; assinalava factos históricos, através da arte e da literatura, do importante papel do «intercâmbio das línguas inglesa e portuguesa», com exemplos da poesia de Luís de Camões ou de Fernando Pessoa; acompanhava os relatos de viagens marítimas entre os dois países a partir da iconografia do mar; percorria uma «galeria de retratos» que representavam «um vasto elenco de personagens que, durante mais de seis séculos, se passearam no tablado europeu» (Portugal e o Reino Unido. A Aliança Revisitada, 1994, p. 16).

A ideia original de fazer uma exposição dedicada à «Aliança Revisitada», segundo José Sommer Ribeiro e Angela Delaforce, foi de Hugh Arbuthnott, antigo embaixador do Reino Unido em Lisboa, e a sua realização foi possível graças a «uma verdadeira colaboração anglo-portuguesa […] e muitos colegas e amigos, tanto em Portugal como em Inglaterra» (Ibid., p. 11).

Citando a comissária da exposição, Angela Delaforce, esta exposição pretendeu explorar «por meios de uma exposição de obras de arte, de ciência e de literatura, as relações artísticas e intelectuais subjacentes à Aliança. Uma Aliança, nas palavras de George Canning, tão antiga na sua origem e tão precisa nas suas obrigações. Uma Aliança entre duas nações que, no mundo transformado de hoje, é moderna nos seus ideais». O principal objetivo da exposição foi o de registar a passagem do tempo com a «união de palavras e imagens e evocada pelo jogo duplo com os factos históricos e com as obras de imaginação» (Ibid.).

Para Delaforce, o recurso à imagem na ilustração das relações entre os dois países foi e continua a ser algo de essencial para o entendimento dessa história, tal como explica no texto de introdução do catálogo: «[…] as imagens visuais dão testemunho da história. […] Uma fonte visual pode evocar um passado que se tornou remoto e apagado, e pode dar-lhe vida, forma e cor. Tudo isto pode dar sentido positivo e relevante a uma Aliança que, sendo embora uma verdade histórica, existe sobretudo como conceito abstrato.» (Ibid.)

A mostra apresentou diversos testemunhos artísticos dessa aliança, que ultrapassou, de facto, as meras relações económicas, políticas e diplomáticas, ilustrando também as relações culturais e intelectuais desenvolvidas entre os dois países.

O catálogo da exposição contém a reprodução fotográfica das obras selecionadas e textos de investigadores, portugueses e ingleses, sobre variados temas desde a história à ciência, à arte e à literatura. Encontramos, a título de exemplo, textos da autoria de Philippa Glanville, do Victoria and Albert Museum, em Londres, de Paulo Varela Gomes, crítico e historiador de arte, ou de Kenneth Maxwell, historiador britânico especialista em história ibérica e no estudo das relações entre o Brasil e Portugal no século XVIII.

A inauguração da exposição contou com a visita oficial dos duques de Gloucester, Richard Alexander Walter George e Birgitte Eva van Deurs, acompanhados pelo presidente da República Portuguesa, Mário Soares, e sua esposa, Maria Barroso. Esteve igualmente presente o presidente da Fundação Calouste Gulbenkian, António de Arruda Ferrer Correia, entre outras personalidades.

Joana Atalaia, 2018


Ficha Técnica


Artistas / Participantes


Eventos Paralelos

Visita oficial

[Portugal e o Reino Unido. A Aliança Revisitada]

22 nov 1994
Fundação Calouste Gulbenkian / Edifício Sede – Galeria de Exposições Temporárias (piso 0)
Lisboa, Portugal

Publicações


Fotografias

Visita oficial. Mário Soares, presidente da República Portuguesa, e António de Arruda Ferrer Correia (à esq.), Maria Barroso (ao centro), Ricardo Alexandre Valter Jorge e Brigite Van Deus (à dir.)
Visita oficial. Maria Barroso (ao centro) e Mário Soares, presidente da República Portuguesa, (à dir.)
Visita oficial. Maria Barroso (à esq.), José Sommer Ribeiro (ao centro) e Pedro Santana Lopes (à dir.)

Multimédia


Documentação


Fontes Arquivísticas

Arquivos Gulbenkian (Serviço Internacional), Lisboa / INT 03505

Pasta com documentação referente à produção da exposição. Contém orçamentos, faturas pagas e informações sobre o documentário realizado no âmbito da exposição. 1994 – 1996

Arquivos Gulbenkian (Centro de Arte Moderna), Lisboa / CAM 00355

Pasta com documentação referente à produção da exposição. Contém planta da exposição, correspondência interna e externa, críticas de visitantes, vendas de catálogos e textos. 1993 – 1995

Arquivos Gulbenkian (Centro de Arte Moderna), Lisboa / CAM 00353

Pasta com documentação referente à produção da exposição. Contém correspondência externa referente aos emprestadores e textos do catálogo. 1993 – 1995

Arquivos Gulbenkian (Centro de Arte Moderna), Lisboa / CAM 00351

Pasta com documentação referente à produção da exposição. Contém correspondência externa referente aos emprestadores e documentação sobre o vídeo realizado no âmbito da exposição. 1992 – 1995

Arquivos Gulbenkian (Centro de Arte Moderna), Lisboa / CAM 00352

Pasta com documentação referente à produção da exposição. Contém correspondência externa referente aos emprestadores e documentação sobre o vídeo realizado no âmbito da exposição. 1992 – 1995

Arquivos Gulbenkian (Serviço de Comunicação), Lisboa / COM-S001/044-D02925

Coleção fotográfica, cor: inauguração (FCG, Lisboa) 1994


Exposições Relacionadas

Definição de Cookies

Definição de Cookies

Este website usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. Podendo também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.