Portugal em Flagrante. Operação 2

Segundo momento da exposição de caráter semipermanente «Portugal em Flagrante», que, partindo da coleção do Centro de Arte Moderna, propunha um olhar sobre a história da arte e da cultura em Portugal no século XX e no século XXI. Seguindo um percurso cronológico, a mostra desdobrou-se em seis secções temáticas.
Second instalment of the semi-permanent “Portugal em Flagrante” exhibition. Featuring works from the Modern Collection, the show presented Portugal’s art and culture history over the 20th and 21st centuries. The display consisted of six themed sections, arranged chronologically.

Segundo capítulo da exposição semipermanente da coleção do Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian. Apresentado na Galeria do Piso 1, este segundo momento introduzia a produção pictórica portuguesa na história da arte e na cultura dos séculos XX e XXI, dando continuidade à estrutura iniciada na «Operação 1», mantida em exposição na Galeria do Piso 01.

Seguindo um percurso cronológico, a mostra desdobrava-se em seis secções temáticas: «Anos 1930», «Experiências Surrealistas», «A Nova Figuração dos Anos 1960», «Alternativa Zero – Tendências polémicas na arte portuguesa contemporânea», «Exposição-Diálogo sobre a Arte Contemporânea na Europa», «A Última Década do Século XX e o Primeiro Decénio do Novo Milénio». A entrada de cada secção era pontuada por um painel de texto que enquadrava as obras expostas no âmbito dos principais acontecimentos, posicionamentos estéticos e dinâmicas da cena artística portuguesa.

A exposição iniciava-se com uma seleção de pinturas de artistas que, na década de 1910, se tinham distinguido pela sua atividade nos campos da ilustração e grafismo, como António Soares  (1894-1978) e Jorge Barradas (1894-1971), ou com percursos singulares afastados dos circuitos do Primeiro Modernismo português, como António Carneiro (1872-1930) e Adriano de Sousa Lopes (1879-1944). Alguns destes trabalhos, como os de Jorge Barradas, integraram o I Salão dos Independentes, evento artístico que marcou o início da década de 1930, organizado por António Pedro (1909-1966) e Diogo de Macedo (1889-1959), e no qual participaram outros artistas representados nesta secção, entre os quais Sarah Affonso (1899-1983), Júlio dos Reis Pereira (1902-1983), Mário Eloy (1900-1951) e José de Almada Negreiros (1893-1970). De Almada Negreiros foi selecionado Homenagem a Luca Signorelli (1942), uma obra posterior ao seu período madrileno, remetendo para um aspeto que era comum a todas as secções: o movimento de artistas dentro e fora do país. No contexto destes ciclos migratórios foi incluído um conjunto bastante significativo de obras de Amadeo de Souza-Cardoso (1887-1917), produzidas entre Paris e Manhufe, de 1911 e 1917, bem como trabalhos de Sonia Delaunay (1885-1979) e Eduardo Viana (1881-1967), do mesmo período.

Seguindo o percurso cronológico, abria-se espaço aos surrealismos, cujo núcleo abrangia um arco temporal de quase quatro décadas. Às experiências gestuais e informais – Mário de Sá Carneiro raptando Maria Helena Vieira da Silva (1972), de Mário Cesariny (1923-2006); Salazar a Vomitar a Pátria (1960), de Paula Rego (1935) – juntavam-se cenários e personagens de sonho e fantasia criados com recurso à figuração – Apertado pela Fome (1945), de Marcelino Vespeira (1925-2002); Rapto na Paisagem Povoada (1947), de António Pedro (1909-1966). A coexistência temporal da figuração e da abstração era reforçada com a integração de exemplos distintos de abstração geométrica – S/Título (c. 1948), de António Dacosta (1914-1990); Composition ou Pim! Pam! Poum! (1934), de Maria Helena Vieira da Silva (1908-1992), Espacillimité (1958), de Nadir Afonso (1920-2013).

Uma enorme variedade de propostas, que refletiam o uso de novos materiais, compunha o núcleo dedicado à «nova figuração dos anos 60». Os trabalhos em plexiglas de Lourdes Castro (1930) e João Vieira (1934-2009), com possíveis associações à Pop Art ou ao Nouveau Réalisme, partilhavam o espaço com pinturas a óleo, acrílico e têmpera, que em termos formais manifestam a tentativa de superação de experiências abstratas – Joaquim Rodrigo (1912-1997) – ou a reinvenção das tradições figurativas – Nikias Skapinakis (1931-2020), Júlio Pomar (1926-2018), Sá Nogueira (1921-2002), José Escada (1934-1980) –, algumas das quais com elementos geometrizados – António Areal (1934-1987), António Palolo (1946-2000) –, às quais se juntavam várias propostas já da década de 1980 – Jorge Martins (1940), Jorge Pinheiro (1930), Álvaro Lapa (1939-2006), Joaquim Bravo (1935-1990).

Para representar o culminar dos experimentalismos da década anterior e as tendências da arte conceptual que, em 1977, a exposição «Alternativa Zero – Tendências polémicas na arte portuguesa contemporânea» destacara, foi reunida uma pequena seleção de trabalhos de Luís Noronha da Costa (1942), Fernando Calhau (1948-2002), Grupo Puzzle, entre outros, que acabavam por remeter também para o cada vez maior interesse manifestado pelos artistas em explorar outros meios, como a instalação, a fotografia, o filme.

O forte regresso à pintura que marcara a década de 1980 e as tendências conceptuais das décadas seguintes foram postas em diálogo no mesmo espaço, reunindo-se várias abordagens da pintura desenvolvidas por artistas de gerações distintas – Pires Vieira (1950), José Loureiro (1961), Ângelo de Sousa (1938-2011), Isabel Simões (1981), Miguel Branco (1963), Pedro Calapez (1953), Julião Sarmento (1948-2021) –, alguns representados com trabalhos recentes como João Louro (1963) ou Gil Heitor Cortesão (1967).

Ao longo do percurso, foram incluídos pontualmente alguns trabalhos de artistas estrangeiros, o que foi justificado pela «permanente migração e interseção cultural» (Portugal em Flagrante. Operação 1, 2 e 3, 2016), abrindo-se espaço para algumas relações, contudo essencialmente formais.

Apesar da sua natureza fortemente didática, esta mostra não contou com uma publicação associada, salientando-se o papel orientador dos textos de parede e legendas desenvolvidas.

Mariana Roquette Teixeira, 2019


Ficha Técnica


Artistas / Participantes


Coleção Gulbenkian

Auto-Retrato

Adriano de Sousa Lopes (1879-1944)

Auto-Retrato, Inv. 85P633

Passeio - 4

Álvaro Lapa (1939-2006)

Passeio - 4, 1984 / Inv. 85P418

"Cosinha da Casa de Manhufe"

Amadeo de Souza-Cardoso (1887-1918)

"Cosinha da Casa de Manhufe", 1913 / Inv. 86P36

(Étude B / Estudo B)

Amadeo de Souza-Cardoso (1887-1918)

(Étude B / Estudo B), 1913 / Inv. 77P6

Étude A [Gemälde A / Quadro A]

Amadeo de Souza-Cardoso (1887-1918)

Étude A [Gemälde A / Quadro A], 1913 / Inv. 13P1753

Lévriers / Os Galgos

Amadeo de Souza-Cardoso (1887-1918)

Lévriers / Os Galgos, c. 1911 / Inv. 77P1

Procession Corpus Christi / Procissão Corpus  Christi

Amadeo de Souza-Cardoso (1887-1918)

Procession Corpus Christi / Procissão Corpus Christi, 1913 / Inv. 86P34

Título desconhecido

Amadeo de Souza-Cardoso (1887-1918)

Título desconhecido, c. 1917 / Inv. 77P8

Título desconhecido  (Entrada)

Amadeo de Souza-Cardoso (1887-1918)

Título desconhecido (Entrada), c. 1917 / Inv. 77P9

Título desconhecido (Máquina registadora)

Amadeo de Souza-Cardoso (1887-1918)

Título desconhecido (Máquina registadora), c. 1917 / Inv. 68P10

Sem título

Ângelo de Sousa (1938-2011)

Sem título, 2000/01 / Inv. 01P1219

Painting, Red and White

Anthony Hill (1930-)

Painting, Red and White, 1952 / Inv. PE215

O Fantasma de Avignon - 1

António Areal (1934-1978)

O Fantasma de Avignon - 1, 1967 / Inv. 79P833

O Fantasma de Avignon - 2

António Areal (1934-1978)

O Fantasma de Avignon - 2, 1967 / Inv. 79P646

O Fantasma de Avignon - 3

António Areal (1934-1978)

O Fantasma de Avignon - 3, Inv. 79P645

O Fantasma de Avignon - 4

António Areal (1934-1978)

O Fantasma de Avignon - 4, 1967 / Inv. 79P834

O Fantasma de Avignon - 5

António Areal (1934-1978)

O Fantasma de Avignon - 5, 1967 / Inv. 79P835

O Fantasma de Avignon - 6

António Areal (1934-1978)

O Fantasma de Avignon - 6, 1967 / Inv. 79P644

Sinfonia azul

António Carneiro (1872-1930)

Sinfonia azul, 1920 / Inv. 83P44

Sem título

António Dacosta (1914-1990)

Sem título, c.1948 / Inv. 80P125

Sonho de Fernando Pessoa Debaixo de uma Latada numa Tarde de Verão

António Dacosta (1914-1990)

Sonho de Fernando Pessoa Debaixo de uma Latada numa Tarde de Verão, 1982/83 / Inv. 84P129

Hórrido Silêncio do Teu Corpo

António Palolo (1946-2000)

Hórrido Silêncio do Teu Corpo, 1966 / Inv. 67P295

S/Título

António Palolo (1946-2000)

S/Título, 1971 / Inv. 83P572

Rapto na paisagem povoada

António Pedro (1909-1966)

Rapto na paisagem povoada, 1947 / Inv. 80P113

Refoulement

António Pedro (1909-1966)

Refoulement, 1936 / Inv. 83P114

sem título

António Pedro (1909-1966)

sem título, 1935 / Inv. 04P1274

BL - HY

António Sena (1941- )

BL - HY, 1979 / Inv. 81P1108

Retrato de uma Bailarina (Natacha)

António Soares (1894-1978)

Retrato de uma Bailarina (Natacha), 1928 / Inv. 81P69

Mulher com xaile

Armando Basto (1889 -1923)

Mulher com xaile, Inv. 83P49

s/título (Senhoras à mesa)

Cristiano Cruz (1892-1951)

s/título (Senhoras à mesa), Inv. 80P53

I Like Art ou a Perspectiva do Costume com Água no Bico

Eduardo Batarda (1943- )

I Like Art ou a Perspectiva do Costume com Água no Bico, 1967/68 / Inv. 81P697

K4 Quadrado Azul

Eduardo Viana (1881-1967)

K4 Quadrado Azul, 1916-1917 / Inv. 83P37

sem título

Fernando Calhau (1948-2002)

sem título, 1973 / Inv. P1602

CADAVRE EXQUIS (1ª Experiência colectiva pelo processo Cadavre Exquis)

Fernando de Azevedo (1923-2002)

CADAVRE EXQUIS (1ª Experiência colectiva pelo processo Cadavre Exquis), Abril de 1948 / Inv. 83P119

Motel

Fiona Rae (1963-)

Motel, 1997 / Inv. 97PE279

Auto-Retrato

Frederico George (1915-1994)

Auto-Retrato, c.1939 / Inv. 81P627

Party Room

Gil Heitor Cortesão (1967- )

Party Room, 2012 / Inv. 14P1772

Bandeira Nacional

Grupo Puzzle (1976-)

Bandeira Nacional, 1976 / Inv. 76P1410

Mr. and Mrs. Patrick Caulfield

Howard Hodgkin (1932-2017)

Mr. and Mrs. Patrick Caulfield, 1969/70 / Inv. PE223

Oiro

Isabel Simões (1981-)

Oiro, 2005 / Inv. 06P1361

Brave New World

João Louro (1963-)

Brave New World, 2014 / Inv. 14P1756

Elo (Assemblage)

João Vieira (1934-2009)

Elo (Assemblage), 1971 / Inv. 80P613

Happy Fool

Joaquim Bravo (1935-1990)

Happy Fool, 1985 / Inv. 86P472

Trás-os-Montes

Joaquim Rodrigo (1912-1997)

Trás-os-Montes, 1964 / Inv. 67P146

Cabeça de mulher

Jorge Barradas (1894-1971)

Cabeça de mulher, 1930 / Inv. 83P327

Cabeça de mulher

Jorge Barradas (1894-1971)

Cabeça de mulher, 1930 / Inv. 81P321

S/Título

Jorge Martins (1940-)

S/Título, 1985 / Inv. 86P520

Bispo (vermelho)

Jorge Pinheiro (1931)

Bispo (vermelho), 1981 / Inv. 83P586

Homenagem a Luca Signorelli

José de Almada Negreiros (1893-1970)

Homenagem a Luca Signorelli, 1942 / Inv. 83P61

S/ Título

José Escada (1934-1980)

S/ Título, 1965 / Inv. 65P276

S/Título

José Loureiro (1961-)

S/Título, 1998-1999 / Inv. 00P1034

S/Título

José Loureiro (1961-)

S/Título, 1999 / Inv. 00P1035

An Involved Story

Julião Sarmento (1948-2021)

An Involved Story, 1998 / Inv. 00P1033

Espera

Júlio dos Reis Pereira (1902-1983)

Espera, 1930 / Inv. 80P86

Pequenos animais sobre a areia

Júlio dos Reis Pereira (1902-1983)

Pequenos animais sobre a areia, 1932 / Inv. 80P369

Le Bain Turc, d'après Ingres

Júlio Pomar (1926-2018)

Le Bain Turc, d'après Ingres, 1971 / Inv. 83P772

Sombra Projectada de Christa Maar

Lourdes Castro (1930-2022)

Sombra Projectada de Christa Maar, 1968 / Inv. 83P567

S/Título

Luís Noronha da Costa (1942-2020)

S/Título, 1976 / Inv. 76P617

Pietá

Manuel Botelho (1950- )

Pietá, 1999 / Inv. 01P1222

Apertado pela fome

Marcelino Vespeira (1925-2002)

Apertado pela fome, 1945 / Inv. 82P101

Óleo 54

Marcelino Vespeira (1925-2002)

Óleo 54, 1950 / Inv. 81P103

Composition ou Pim! Pam! Poum!

Maria Helena Vieira da Silva (1908-1992)

Composition ou Pim! Pam! Poum!, 1934 / Inv. 78PE104

História Trágico-Marítima ou Naufrage

Maria Helena Vieira da Silva (1908-1992)

História Trágico-Marítima ou Naufrage, 1944 / Inv. 78PE97

Mário de Sá Carneiro raptando Maria Helena Vieira da Silva

Mário Cesariny (1923-2006)

Mário de Sá Carneiro raptando Maria Helena Vieira da Silva, 1972 / Inv. 83P859

Naniôra - Uma e duas

Mário Cesariny (1923-2006)

Naniôra - Uma e duas, 1960 / Inv. 80P120

A fuga

Mário Eloy (1900-1951)

A fuga, c.1938/39 / Inv. 04P1268

S/Título

Miguel Branco (1963- )

S/Título, 2009 / Inv. 11P1643

S/Título

Miguel Branco (1963- )

S/Título, 2009 / Inv. 11P1644

S/Título

Miguel Branco (1963- )

S/Título, 2008 / Inv. 11P1632

S/Título

Miguel Branco (1963- )

S/Título, 2009 / Inv. 11P1633

S/Título (Pequena figura de esquiador com fundo amarelo)

Miguel Branco (1963- )

S/Título (Pequena figura de esquiador com fundo amarelo), 1999 / Inv. 00P1032

S/Título (Pequena figura sobre fundo verde)

Miguel Branco (1963- )

S/Título (Pequena figura sobre fundo verde), 1999 / Inv. 00P1031

Espacilimitado

Nadir Afonso (1920-2013)

Espacilimitado, 1958 / Inv. 70P149

Encontro de Natália Correia com Fernanda Botelho e Maria João Pires

Nikias Skapinakis (1931-2020)

Encontro de Natália Correia com Fernanda Botelho e Maria João Pires, 1974 / Inv. 81P934

S. Vomiting the Pátria

Paula Rego (1935-2022)

S. Vomiting the Pátria, (1960) / Inv. 83P417

Cena Satírica

Pedro Calapez (1953-)

Cena Satírica, 1996 / Inv. 99P778

Friends / Lovers

Pires Vieira (1950-)

Friends / Lovers, 1991 / Inv. 91P205

Shunga

Rolando Sá Nogueira (1921-2002)

Shunga, 1969 / Inv. 83P522

Casamento na Aldeia

Sarah Affonso (1899-1983)

Casamento na Aldeia, 1937 / Inv. 83P360

Chanteurs Flamenco (dit Grand Flamenco)

Sonia Delaunay (1885-1979)

Chanteurs Flamenco (dit Grand Flamenco), 1915-1916 / Inv. PE114

Algarve (Série: Gestos da Cor - Sinais da Terra)

Teresa Magalhães (1944-)

Algarve (Série: Gestos da Cor - Sinais da Terra), 1978/79 / Inv. 81P817


Publicações


Material Gráfico


Fotografias


Documentação


Imprensa


Páginas Web


Fontes Arquivísticas

Arquivo Digital Gulbenkian, Lisboa / ID: 3190

Coleção fotográfica, cor: aspetos (FCG-Coleção Moderna, Lisboa) 2016


Exposições Relacionadas

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.