Programa Cidadãos [email protected] / Active Citizens Fund
13 Dezembro, 2019

Inteligência Artificial: um tema para a agenda das ONG

De 4 a 6 de dezembro de 2019, o Programa Cidadãos [email protected] participou no Seminário “Inteligência Artificial e Participação Juvenil” organizado pelo Departamento de Juventude do Conselho da Europa que teve lugar em Estrasburgo.

Durante dois dias e meio houve oportunidade de debater com participantes de mais de 30 países o que é Inteligência Artificial, quais as principais implicações que tem para os jovens, para as comunidades e para a vida em democracia, e quais os potenciais benefícios e riscos que traz para o respeito pelos direitos humanos. Foi ainda possível contribuir para o que poderão ser futuras ações do Conselho da Europa, em particular do seu departamento de juventude, nesta área.

Para promover um debate mais informado, o Seminário contou com a participação de vários peritos na área entre eles Santeri Raisanen do Finish Centre for Artificial Intelligence e Jonnie Penn da Universidade de Cambridge.

O impacto que o desenvolvimento da Inteligência Artificial tem na nossa vida em comunidade e na democracia foi um dos temas em foco. A questão dos dados enviesados (biased data) faz com que nalgumas partes do mundo, atualmente, a Inteligência Artificial seja utilizada para reforçar categorias sociais que não deveriam ser reforçadas, sendo que na verdade a Inteligência Artificial não está meramente a olhar para os dados e a organizá-los de forma lógica mas que de facto lhes atribui significado e produz categorias sociais onde esses dados são depois inseridos.

Mais do que agentes passivos e conformados com a inevitabilidade do poder que a Inteligência Artificial tem nas nossas sociedades, é urgente passarmos a ter um papel mais ativo, informado e pensarmos criticamente sobre quais os limites que a Inteligência Artificial deve ter.