• Papel
  • Água-tinta e Água-forte
  • Inv. GP2018

Paula Rego

Tilly in Kensington Gardens

Publicada pela Serpentine Gallery, em Londres, para coincidir com uma exposição da artista nessa instituição, a presente gravura situa a sua narrativa no espaço onde se localiza a referida galeria: Kensington Gardens.

O seu mote terá sido uma fotografia em que uma amiga e colega de Paula Rego na Slade, Natalie Dower, trepava a uma árvore em Kensington Gardens. “E ela estava a brincar em Kensington Gardens. Ao lado dela está a Lúcia, de Portugal. E depois há por ali uma série de harpias. Harpias em Kensington Gardens”, diz-nos a artista.*

 

Parece tratar-se de uma cena nocturna, iluminada a partir do lado esquerdo da composição. A luz que invade o espaço ilumina as personagens que a habitam e projecta as suas sombras alongadas.

 

Não obstante o estatismo de duas das personagens centrais — a rapariga em primeiro plano, rodada a três quartos e com o olhar fito no foco de luz situado para além do alcance do nosso olhar, e a mulher idosa, fitando frontalmente o espectador com uma expressão simultaneamente amistosa e assustadora —, o ambiente geral é de movimento e acção. A terceira personagem do grupo central agacha-se sobre um ramo — como uma bruxa na sua vassoura —, afiando ou cortando com uma faca um ramo de uma árvore. Em torno da árvore em segundo plano, rodopiam raparigas aflitas pelo ataque de harpias que se prendem aos seus cabelos. A sensação é de angústia e o ambiente soturno.

 

Porém, a estranheza específica desta gravura advém destes contrastes inusitados. Como podem as três personagens femininas do grupo central em primeiro plano, bem como a harpia que nos fita pousada num ramo da árvore, manter a sua aparente calma perante a aflição que as rodeia?

 

É esta ambiguidade que nos prende, que cria a estranheza soturna da narrativa e que parece obrigar as nossas capacidades de interpretação, hipnoticamente, a entrar no círculo que estrutura a composição.

 

 

* Depoimento de Paula Rego citado em T. G. Rosenthal, Paula Rego. Obra Gráfica Completa, Vol. 3, Lisboa, Cavalo de Ferro/Jornal de Letras/Visão, 2003, p. 22

 

 

 

Luísa Cardoso

Julho 2014

Tipo assinatura
TextoPaula Rego
PosiçãoFrente, canto inferior direito da mancha
Tipo n.º de série
Texto26/100
PosiçãoFrente, canto inferior esquerdo da mancha
TipoA definir
DataA definir
TipoSelo branco
TextoCP
PosiçãoFrente, canto inferior direito
NotasA sigla encontra-se circunscrita por um círculo.
Atualização em 23 janeiro 2015

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.