Coleção

A Coleção do Centro de Arte Moderna reúne atualmente 11 700 obras de arte de diferentes tipologias, entre pinturas, esculturas, instalações, desenhos, gravuras, fotografias, filmes e vídeos.

A sua constituição remonta à data da criação da Fundação Calouste Gulbenkian, em 1956, altura em que se começaram a reunir obras com o intuito de serem apresentadas nas exposições itinerantes organizadas pela instituição. A aquisição de obras de arte foi, assim, uma prática adotada desde o início da atividade da Fundação, intensificando-se ao longo do tempo.

Neste sentido, esta Coleção é constituída por obras produzidas desde o início do século XX até à atualidade, com um enfoque na arte moderna portuguesa. Paralelamente, o núcleo de obras de arte contemporânea continua a crescer através de aquisições e doações.

O Centro de Arte Moderna encontra-se encerrado para obras de remodelação no edifício e na parte sul do jardim.