Fundação Champalimaud

Metodologias Experimentais

Jovens irão explorar as bases neurais do comportamento e os circuitos a ele associados em ambiente natural, através de um programa pioneiro de trabalho de campo em neurociência. Ao longo de sessões de treino, os jovens irão aprender a fazer observações rigorosas do comportamento animal e a medir estes comportamentos de forma quantitativa e qualitativa, usando ferramentas de hardware e software em open source. Aprenderão ainda princípios básicos de neuroanatomia e neurofisiologia com exemplos ilustrativos de como diferentes níveis de análise ajudam a compreender o comportamento. Durante o trabalho de campo, os jovens serão desafiados a explicar o comportamento de animais no seu habitat natural, com base nas observações recolhidas, e a formular hipóteses sobre os mecanismos neurais que poderão estar na base dos comportamentos observados. Todas as fases serão dinamizadas por neurocientistas e comunicadores de ciência.

 

Competências a desenvolver:
Comunicação
Pensamento criativo
Resolução de problemas

Contextos de Intervenção:
Comunidade
Escola

Domínios de Intervenção:
Ciência
Educação
Tecnologia

Concelhos de Implementação:
Lisboa

Intervalo de Idade dos Beneficiários:
13-18 Anos

Nº total Beneficiários Diretos:
80

Fase do Projeto:
Em desenvolvimento

Duração:
36 meses

Percentagem de financiamento atribuído pela Fundação Calouste Gulbenkian:
40,88% – 29 929,72 €