Don Giovanni

Mozart / Saramago

Slider de Eventos

Data

Loading

Local

Grande Auditório Fundação Calouste Gulbenkian

José Saramago lançou-se na escrita da peça de teatro Don Giovanni ou O dissoluto absolvido a partir de uma pergunta que coloca em marcha toda a narrativa; partindo da ópera de Mozart Il dissoluto punito, ossia il Don Giovanni, o Prémio Nobel da Literatura português questionou-se: “E se Don Giovanni não tivesse caído no inferno?”. Imaginou então que o grande sedutor de Sevilha, imortalizado por Mozart e Lorenzo Da Ponte, não acabaria condenado pelas suas ações, questionando os julgamentos morais. Nesta versão de palco, a música de Mozart e o texto de Saramago convergem numa encenação original de Jean Paul Bucchieri, com direção musical de Nuno Coelho.


Programa

Coro Gulbenkian
Orquestra Gulbenkian
Nuno Coelho Maestro / Ideia original
Jean Paul Bucchieri Encenação / Espaço cénico / Desenho de luz / Figurinos

André Baleiro Barítono (Don Giovanni)
José Fardilha Barítono (Leporello)
Sónia Grané Soprano (Dona Anna)
Susana Gaspar Soprano (Dona Elvira)
Marco Alves dos Santos Tenor (Don Ottavio)
Leonor Amaral Soprano (Zerlina)
Manuel Rebelo Baixo (Masetto)
Nuno Dias Baixo (Comendador)
Pedro Lacerda

Rita Castro Blanco Maestra assistente
Jorge Matta Maestro do Coro Gulbenkian
Bárbara Magalhães Figurinos
Joana Cornelsen Maquilhagem
João Hipólito Captação e Edição de Imagem
Leonel Picareta e Ricardo Junceiro Design e construção cenográfica
Marta Serôdio e Otelo Lapa Assistentes de encenação
Joana David e Pedro Costa Pianistas correpetidores

W.A. Mozart / José Saramago
Don Giovanni o dissoluto

Don Giovanni segundo a obra de José Saramago “Don Giovanni ou O dissoluto absolvido”, com música da ópera Don Giovanni de W. A. Mozart.


VÍDEO

Nesta entrevista, o maestro Nuno Coelho e o encenador Jean Paul Bucchieri falam-nos sobre a criação do espetáculo e como uniram o texto de Saramago à música de Mozart.


Guia de Audição


  • Por Jorge Rodrigues

  • Por Jorge Rodrigues

Informação Relacionada

Mecenas Principal Gulbenkian Música

Mecenas Orquestra Gulbenkian

A Fundação Calouste Gulbenkian reserva-se o direito de recolher e conservar registos de imagens, sons e voz para a difusão e preservação da memória da sua atividade cultural e artística. Caso pretenda obter algum esclarecimento, poderá contactar-nos através do formulário Pedido de Informação.

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.