• França, c. 1903
  • Prata e vidro
  • Inv. 1190

Tabuleiro para tinteiro «O rapto de Dejanira»

René Lalique

O tema da mitologia grega do rapto de Dejanira pelo centauro Nesso foi tratado por Lalique em mais do que um tipo de objetos, existindo na Coleção Gulbenkian, para além deste tabuleiro de prata e vidro, uma joia com o mesmo tema. O artista tratou aliás muitos temas que lhe eram caros em diferentes suportes, facto que pode também ser documentado com peças da Coleção.

Este tabuleiro de prata e vidro destinava-se inicialmente a conter um tinteiro, que terá sido posteriormente retirado, ficando apenas a peça com funções decorativas. De forma oval, é constituído por uma grande placa de vidro esculpido, envolto por um aro de prata e apresenta um grupo escultórico, executado no mesmo metal, figurando o centauro Nesso que transporta no dorso Dejanira, a mulher de Hércules.

Estas figuras, verdadeiras obras de escultura em prata, revelam a colaboração do sogro e do cunhado do artista, os escultores Ledru que trabalharam para Rodin. No entanto, o trabalho do vidro opalino na base do tabuleiro remete-nos para o material que o irá fascinar até ao fim dos seus dias – o vidro. Esta peça  figurou em inúmeras exposições temporárias, no país e no estrangeiro.

Adquirida por Calouste Gulbenkian a René Lalique, abril de 1903.

A. 20 cm; L. 58 cm; Prof. 38 cm

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.