• Holanda, c. 1626
  • Óleo sobre tela
  • Inv. 214
  • Pintura

Retrato de Sara Andriesdr. Hessix

Frans Hals

Representa-se na tela Sara Andriesdr. (filha de Andries) Hessix, mulher de Michiel Jansz. van Middelhoven, pastor da cidade de Voorschoten, perto de Leiden, personagem igualmente retratada por Frans Hals em pintura cuja localização atual se desconhece. As duas obras constituíram um par e foram, ao que se julga, realizadas para comemorar o 40.º aniversário do seu casamento, celebrado em 1586.

A composição veio a servir de protótipo para retratos semelhantes executados posteriormente, constituindo a primeira representação do pintor de uma figura feminina sentada de tamanho natural. A obra reporta-se a uma fase em que o estilo de Frans Hals manifesta ainda um cuidado rigoroso de finalização, opção que o pintor abandonará posteriormente ao adotar uma pincelada de registo mais espontâneo. A composição integra-se na melhor tradição holandesa do género e deixa transparecer a austeridade que caracteriza o retrato burguês da época.

Conde André Mniszech, Paris; A. De Ridder, Cronberg. Adquirido por Calouste Gulbenkian por intermédio de Frederik Muller, na venda da Coleção Ridder, Amesterdão, 2 de junho de 1924, n.º 24.

A. 87 cm; L. 70 cm

Washington D. C. 1950

European Paintings from the Gulbenkian Collection, catálogo de exposição. Washington D. C.: National Gallery of Art, 1950, pp. 46-47, n.º 18.

Slive 1974

Seymour Slive, Frans Hals, catalogue raisonée. Londres: Phaidon Press, 1974, p. 24, n.º 38.