• Egito, Época Baixa, XXVI dinastia (c. 664-525 a. C.)
  • Faiança policroma
  • Inv. 410A, 410B, 410C e 410D

Conjunto de estatuetas planas de ornamento funerário

Este conjunto de figuras representa os filhos do deus de Hórus (Imseti, Duamutef, Hapi e Kebenhsenuef, faltando este último no conjunto). Estas pequenas estatuetas planas apresentam, no seu aspeto geral, três bandas horizontais entre a cabeleira e o corpo, partindo deste último duas fitas em oblíquo. Os corpos estão sumariamente representados, com as nádegas assinaladas atrás com ligeira saliência, assentando os pés sobre uma esteira. A parte de trás tem orifícios para fixação com um fio, ao nível da cabeça, do baixo-ventre e dos pés.

As imagens dos quatro filhos de Hórus, por vezes chamados de génios funerários, estavam também esculpidos nas tampas dos vasos de vísceras a partir do Império Novo, cada um encimando o recipiente com a respetiva víscera que deviam proteger. Vasos do género, de tamanhos e estilos diferentes, podem ser encontrados em várias coleções públicas e particulares.

Coleção MacGregor. Adquirida por Calouste Gulbenkian, por intermédio de Howard Carter, na venda da Coleção MacGregor, Sotheby's, Londres, junho/julho de 1922.

Araújo 2006

Luís Manuel de Araújo, Arte Egípcia. Colecção Calouste Gulbenkian. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2006, pp. 108-111, cats. 21-24.

Atualização em 21 junho 2022

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.