• Paris, c. 1750-1755
  • Carvalho e ébano, painéis de laca japonesa, bronze e mármore
  • Inv. 284

Cómoda

Jean Deforges

A cómoda da Coleção Gulbenkian é inteiramente revestida a preciosos painéis de laca japonesa de meados do século XVII, com motivos dourados, em relevo, sobre fundo preto, e aplicações de madrepérola e folha de ouro. Na parte frontal podemos ver, na gaveta de cima, um dragão entre nuvens à esquerda e uma grossa haste de bambu à direita e, na de baixo, respetivamente, um campo florido e uma cena de luta entre dois animais selvagens. Os painéis das ilhargas, são decorados com pássaros exóticos em paisagens naturalistas.

A homogeneidade do conjunto é conseguida através da perfeita harmonização da riquíssima decoração de bronze que se espraia sobre a laca e remata os painéis, as ilhargas e os pés. A extraordinária entrada de fechadura prolonga-se, no sentido vertical, de forma a ligar o topo do móvel, sob o tampo de mármore, à decoração que emoldura o recorte do avental, marcando o eixo meridiano do móvel.

Móveis como este, aos quais se pode aplicar por excelência o termo pittoresque, são o paradigma do luxo, exuberância e capricho que as artes decorativas francesas atingiram, em meados do século XVIII.

Coleção Larcade. Adquirida por Calouste Gulbenkian à Casa Duveen, Paris, maio de 1921.

Demetrescu 1992

Calin Demetrescu, «D.F., un ébéniste identifié», L’Estampille/L’Objet d’Art (262), 1966, pp. 48-51.

Münster 1998

Monika Kopplin, Europäische Lackunst. Ausgewählte Arbeiten, catálogo de exposição. Münster: Museum für Lackkunst, 1998, p. 78, il. 5.

Coutinho 1999

Maria Isabel Pereira Coutinho, Mobiliário Francês do Século XVIII. Lisboa: Museu Calouste Gulbenkian, 1999, pp. 135-140, n.º 8.

Lisboa 2001 (a)

Museu Calouste Gulbenkian. Lisboa: Museu Calouste Gulbenkian, 2001, p. 121, cat. 95.

Lisboa 2001 (b)

Pedro Moura Carvalho (coord.), O Mundo da Laca. 2000 Anos de História, catálogo de exposição. Lisboa: Museu Calouste Gulbenkian, 2001, pp. 222-223, n.º 99.

Münster 2002

Monika Kopplin, Japanische Lacke. Die Sammlung der Königin Marie-Antoinette, catálogo de exposição. Münster: Museum für Lackkunst, 2002, p. 23, il. 12. 

Atualização em 09 junho 2022

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.