11 Setembro 2020

Valentine Green

Uma coleção com histórias: partilhamos semanalmente uma história sobre a Coleção do Fundador. O mês de setembro é dedicado às histórias de autorretratos.

Valentine Green segundo Lemuel Francis Abbott, «Valentine Green» (pormenor), 1788. Mezzotinto. Coleção do Fundador

Valentine Green (1739-1813) foi um dos mais proeminentes gravadores ingleses do final do século XVIII, tendo-se destacado na técnica do mezzotinto (ou maneira negra), criada em Amesterdão pelo alemão Ludwig von Siegen, por volta de 1642. Esta técnica conheceu um êxito tal em Inglaterra que os franceses se referiam a este processo como «à la manière anglaise» (à maneira inglesa).

Valentine Green nasceu em Salford Priors, no Reino Unido. Começou por aprender a gravar com Robert Hancock e, posteriormente, mudou-se para Londres, onde se iniciou na gravura à maneira negra, desenvolvendo a sua destreza na técnica. Foi membro e presidente da Society of Artists of Great Britain, da qual fizeram parte artistas como Joshua Reynolds, e o seu talento levou-o a tornar-se gravador de mezzotintos ao serviço do rei e a ser eleito membro da Royal Academy.

O gravador ficou conhecido, sobretudo, pelas suas estampas com representações femininas. Entre 1779 e 1782, Valentine Green publicou uma série de gravuras de grandes vultos femininos da aristocracia inglesa, que atingiu valores exorbitantes. A Coleção do Fundador reúne seis destas estampas, bem como outros exemplares da autoria do gravador, quase todos retratos de mulheres, à exceção de um: um retrato do próprio gravador.

Valentine Green segundo Lemuel Francis Abbott, «Valentine Green», 1788. Mezzotinto. Coleção do Fundador

Valentine Green baseou-se numa pintura de 1788, da autoria de Lemuel Francis Abbott, atualmente na National Portrait Gallery de Londres. Este mezzotinto, adquirido por Calouste Gulbenkian em 1921, faz parte de um conjunto notável de gravuras, usualmente longe do olhar do público por motivos de conservação. Foi apresentado em 2015 na exposição Calouste S. Gulbenkian e o Gosto Inglês, juntamente com outras quatro gravuras da sua autoria.


Uma Coleção com Histórias

Partilhamos semanalmente uma história sobre a Coleção do Fundador. O mês de setembro é dedicado às histórias de autorretratos.

Conhecer outras histórias