28 Maio 2020

Luís XIV

Partilhamos semanalmente uma história sobre a Coleção do Fundador. O mês de maio é dedicado às histórias de reis e rainhas.

Busto de Luís XIV (pormenor), séculos XVIII-XIX. Bronze. Coleção do Fundador

Luís XIV (1638-1715) foi rei de França e Navarra durante 72 anos, o reinado mais longo da Europa. Conhecido como «Rei Sol», herdou o trono com apenas cinco anos, após a morte de seu pai, Luís XIII, assumindo definitivamente o lugar – até então ocupado pela sua mãe como rainha regente – após o seu décimo terceiro aniversário.

Durante o seu reinado, França adotou um sistema político segundo o qual o poder estava centralizado na capital e tornou-se uma das principais potências europeias. Rodeando-se de alguns dos mais importantes nomes nos campos político, militar e cultural, investiu fortemente no exército francês, tornando-o um dos mais poderosos da Europa. O seu reinado conheceu três grandes guerras e vários conflitos menores.

Contudo, Luís XIV teve também um grande impacto nas artes, financiando artistas, como Molière e La Fontaine no campo das letras, Boulle, Coysevox e Rigaud no âmbito das artes decorativas e visuais, ou Lully, na área da música. Fundou também a Academia Real da Dança e a Academia da Ópera e ordenou a construção do Palácio de Versalhes.

Consequentemente, o rei foi retratado por vários artistas, como Bernini, que concebeu um busto em mármore, atualmente exposto no Palácio de Versalhes. De igual modo, Alexandre Dumas refere Luís XIV na sua famosa obra Os Três Mosqueteiros: a terceira parte desta obra contava a lenda de um irmão gémeo do rei, prisioneiro de uma máscara de ferro, que deu origem a várias adaptações cinematográficas. Outros filmes, livros e séries televisivas tiveram o rei como protagonista ao longo dos tempos.

Luís XIV foi uma figura controversa, muitas vezes lembrada pela sua vaidade. Viveu mais tempo do que a maioria da sua família direta, morrendo pouco antes do seu 77.º aniversário. Sucedeu-lhe um bisneto.

Em 1927, Calouste Gulbenkian adquiriu um busto representando o «Rei Sol» vestido «à romana», inspirado no modelo de Jean Warin (1596 ou 1604 – 1672), conservado em Versailles e encontra-se exposto na Coleção do Fundador, na galeria dedicada às artes decorativas do século XVIII.

O colecionador adquiriu ainda dois medalhões com o retrato de Luís XIV. Trata-se de duas reedições realizadas pela Casa da Moeda de Paris, nas quais o rei surge de perfil, com a habitual peruca volumosa e um pequeno bigode, envergando uma armadura. Num dos medalhões, o monarca usa um capacete.


Uma Coleção com Histórias

Partilhamos semanalmente uma história sobre a Coleção do Fundador. O mês de maio é dedicado às histórias de reis e rainhas.

Conhecer outras histórias