Valery Larbaud

Exposição retrospetiva da obra do poeta francês Valery-Nicolas Larbaud (1881-1957) e da sua relação com a cultura portuguesa. Numa colaboração da Fundação Calouste Gulbenkian com a Embaixada de França em Portugal, esta mostra incluiu um setor dedicado exclusivamente às memórias da sua estada em Portugal.
Retrospective exhibition on the work of French poet Valery-Nicolas Larbaud (1881-1957) resulting from a collaboration between the Calouste Gulbenkian Foundation and the Embassy of France in Portugal and presented at the Foundation's Temporary Exhibitions Gallery. The show, which centred on Larbaud's relationship with Portuguese culture, featured a section exclusively dedicated to memoirs from his stay in Portugal.

Exposição retrospetiva, consagrada à figura literária de Valery-Nicolas Larbaud (1881-1957), apresentada na Galeria de Exposições Temporárias da Fundação Calouste Gulbenkian (FCG), a convite da Embaixada de França em Portugal.

Além de poeta, Valery Larbaud foi ensaísta, crítico literário e um importante divulgador, em França, de obras fundamentais da literatura estrangeira.

Valery Larbaud visitou Portugal em 1926, onde se sentiu acarinhado pelos escritores portugueses de então. Ainda que curta, a sua permanência entre nós deixou uma importante marca na sua obra, como atestam os seus três trabalhos, reunidos sob o título Caderno, e onde o autor fala da sua experiência em Portugal e do seu interesse pela língua e pela literatura portuguesas, especialmente por Eça de Queirós, escritor por quem nutria grande admiração.

A exposição na Fundação Calouste Gulbenkian beneficiou do apoio da direção da Biblioteca de Vichy (França), depositária do fundo de Valery Larbaud, que disponibilizou todos os documentos necessários (cerca de 728 peças) para a realização da mostra em Lisboa. A exposição «Valery Larbaud», comissariada por Monique Kuntz, diretora e bibliotecária-chefe da Biblioteca de Vichy, já havia estado patente na Villa Medici, em Roma, antes da sua inauguração em Lisboa, em 17 de dezembro de 1973.

Na FCG, a exposição contou com um pequeno setor dedicado exclusivamente às memórias da estada do poeta em Portugal. Neste núcleo, foi apresentada documentação do escritor, pertença de instituições portuguesa, e outros testemunhos que espelhavam a influência da cultura portuguesa na obra literária de Larbaud. A conceção deste núcleo expositivo contou com a colaboração de António Coimbra Martins e Joaquim Paço d’Arcos, profundos conhecedores da obra de Valery Larbaud. Além desta contribuição, Joaquim Paço d’Arcos, membro do Comité d’Honneur de la Société Internationale des Amis de Valery Larbaud, ficou igualmente responsável pela elaboração de um texto que integrou este núcleo expositivo.

O programa cultural associado à exposição compreendeu três conferências, proferidas por Joaquim Paço d’Arcos, pelo crítico francês Bernard Delvaille e pelo crítico literário João Palma-Ferreira.

Joana Brito, 2016


Ficha Técnica


Eventos Paralelos

Ciclo de conferências

[Valery Larbaud]

4 jan 1974 – 10 jan 1974
Fundação Calouste Gulbenkian / Edifício Sede – Auditório 2
Lisboa, Portugal

Publicações


Material Gráfico


Fotografias

Joaquim Paço D'Arcos e Monique Kuntz (à esq.)
José de Azeredo Perdigão (à esq.)
José Sommer Ribeiro (em 2.º plano, à esq.) e José de Azeredo Perdigão (ao centro)

Imprensa


Fontes Arquivísticas

Arquivos Gulbenkian (Serviço de Belas-Artes), Lisboa / SBA 13770

Pasta com documentação referente à produção da exposição. Contém resumo, currículo, convite e orçamentos referentes ao conferencista João Palma-Ferreira. 1973 – 1975

Arquivos Gulbenkian (Serviço de Belas-Artes), Lisboa / SBA 13771

Pasta com documentação referente à produção da exposição. Contém resumo, currículo e convite relativos ao conferencista Joaquim Paço d’Arcos. 1974

Arquivos Gulbenkian (Serviço de Belas-Artes), Lisboa / SBA 13772

Pasta com documentação referente à produção da exposição. Contém correspondência interna sobre a programação das conferências e orçamentos da exposição. 1973 – 1974

Arquivos Gulbenkian (Serviço de Belas-Artes), Lisboa / SBA 15389

Pasta com documentação referente à produção da exposição. Contém textos de catálogo, correspondência variada e orçamentos. 1973 – 1973

Arquivos Gulbenkian (Serviço de Exposições e Museografia), Lisboa / SEM 00031

Pasta com documentação referente à produção da exposição. Contém correspondência variada, convites e recortes de imprensa. 1972 – 1974

Arquivos Gulbenkian (Serviço de Exposições e Museografia), Lisboa / SEM-S007-P0368-D01101

21 provas, p.b.: aspetos (FCG, Lisboa) 1974

Arquivos Gulbenkian (Serviço de Comunicação), Lisboa / COM-S001/019-D01905

5 provas, p.b.: inauguração (FCG, Lisboa) 1973

Arquivos Gulbenkian (Serviço de Comunicação), Lisboa / COM-S001/019-D01933

3 provas, p.b.: conferência de João Palma-Ferreira (FCG, Lisboa) 1974

Arquivos Gulbenkian (Serviço de Comunicação), Lisboa / COM-S001/019-D01934

3 provas, p.b.: conferência de Joaquim Paço D'Arcos (FCG, Lisboa) 1974

Arquivos Gulbenkian (Serviço de Comunicação), Lisboa / COM-S001/019-D01935

2 provas, p.b.: conferência de Bernard Delvaille (FCG, Lisboa) 1974


Exposições Relacionadas

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.