CAM em Movimento: Emily Wardill

I gave my love a cherry that had no stone, 2016

Num contentor marítimo instalado no Jardim da Fundação Calouste Gulbenkian apresenta-se, entre setembro e janeiro, um ciclo de filmes da Coleção do CAM, que se divide em três partes diferentes.

Slider de Eventos

Num contentor marítimo instalado no Jardim da Fundação Calouste Gulbenkian, poderá visualizar I gave my love a cherry that had no stone (2016) de Emily Wardill. A câmara segue um bailarino que vagueia pelo edifício da Fundação Calouste Gulbenkian durante a noite, com movimentos automatizados que o desumanizam. A própria câmara torna-se, por vezes, «personagem», fazendo do bailarino um produto da tecnologia. A arquitetura parece perdida no tempo. Passado e futuro engendram e assombram o presente. As texturas, as cores, a iluminação e a forma de filmar tornam difícil a orientação e a certeza de que a personagem é bem-vinda.

Curadoria: Leonor Nazaré

 

Ciclo de filmes: O espaço é real? 

A vivência e a interpretação instintiva dos espaços que cada um de nós desenvolve naqueles que habita, percorre ou visita é muito menos objetiva do que possamos pensar, num primeiro momento: resulta de um ponto de vista e de uma disposição e propósito interiores. Os três momentos deste ciclo de filmes da Coleção do CAM levam-nos de espaços reais da Fundação, vistos com um olhar novo e inesperado, a espaços de assumido devaneio e estranheza, passando por modos de ficcionar e narrar a imersão num espaço natural.

  • Espaços da Fundação: A primeira parte deste ciclo remete-nos diretamente para espaços da Fundação Calouste Gulbenkian, por terem sido aí realizados, tendo sido adquiridos nos últimos anos. Filmes: I gave my love a cherry that had no stone (2016) de Emily Wardill e Piso Térreo (2006) de Filipa César.
  • Abordagens ficcionais da natureza: A segunda parte deste ciclo inclui dois filmes que remetem para abordagens ficcionais da natureza. Filmes: Surrendering after Hamish (2004) de Bruno Pacheco e Golden Dawn (2011) de Salomé Lamas.
  • Os mundos paralelos do inconsciente: A terceira parte deste ciclo integra dois filmes que assinalam o devaneio ou os mundos paralelos que se situam nas passagens entre a consciência e o inconsciente. Filmes: Hereditas (2006) de Vasco Araújo e Hypnotic Suggestion (1993) de Jane e Louise Wilson.

 


CAM EM MOVIMENTO

CAM em Movimento é uma programação «fora de portas», que reúne um conjunto de intervenções site-specific de artistas e exposições com obras da Coleção em diferentes espaços da cidade de Lisboa e da área metropolitana.

Saber mais

A Fundação Calouste Gulbenkian reserva-se o direito de recolher e conservar registos de imagens, sons e voz para a difusão e preservação da memória da sua atividade cultural e artística. Caso pretenda obter algum esclarecimento, poderá contactar-nos através de [email protected] .


Parceiros

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.