Esquema Gráfico Comparativo de Áreas I Plantas comparativas das possíveis localizações para a Sede e Museu da Fundação

Estudo  para um terreno vago no Campo Grande, utilizando como modelo de equipamento cultural o Museu da Cidade desenhado pelo arquiteto Alfredo Keil do Amaral.

Peça desenhada que integra um conjunto [i] de desenhos incluídos no Memorandum sobre a Localização das Instalações da Sede e Museu da Fundação Calouste Gulbenkian que procuravam evidenciar de que forma as diferentes áreas e localizações influenciavam a relação entre os vários edifícios (Museu, Sede e Auditório) e entre estes e o espaço, onde se iriam implantar, e a relação, deste conjunto, com a cidade. Acessibilidade, proximidade a vias estruturantes, vizinhança com áreas de dinamização cultural, integração nas futuras centralidades da cidade, oportunidades que o terreno oferecia para definição de uma área de enquadramento, de protecção, de isolamento e de estacionamento e a possibilidade de construção em superfície, sobretudo para as instalações do museu, foram os pontos avaliados nas cinco hipóteses em estudo.

 

[i]  Esquema Gráfico Comparativo de Áreas I Plantas comparativas das possíveis localizações para a Sede e Museu da Fundação II

Esquema Gráfico Comparativo de Áreas I Plantas comparativas das possíveis localizações para a Sede e Museu da Fundação III

Esquema Gráfico Comparativo de Áreas I Plantas comparativas das possíveis localizações para a Sede e Museu da Fundação IV

Esquema Gráfico Comparativo de Áreas I Plantas comparativas das possíveis localizações para a Sede e Museu da Fundação V

 

 

  • Data de produção: 1957
  • Projetistas (autores principais): GUIMARÃES, Luís de
  • Fase do projeto: A preparação do parque e as instalações provisórias
  • Identificador: PT FCG FCG:SPO-S002-DES00034
  • Cobertura temporal: 1957
  • Tipo de dados: Imagem
  • Formatos de extensão: 1 desenho
  • Formato de media: jpg
  • Palavras-chave: cálculo, peça técnica

Para consultar a versão original deste documento deverá contactar os Arquivos Gulbenkian através do endereço eletrónico [email protected] e referenciar o identificador