• Roma, 1919-1924
  • Calcário (pedra de Roma), parcialmente policromado
  • Inv. 2333
  • Escultura

A Primavera : Homenagem a Jean Goujon

Alfred-Auguste Janniot

A la gloire de Jean Goujon ou Hommage à Jean Goujon, assim foi intitulado o grupo escultórico monumental de Janniot, executado pelo escultor em Roma, durante o último ano do seu triénio de aprendizagem na Academia de França. O grupo, de imediato notado, viria a adquirir celebridade na Exposição Internacional das Artes Decorativas e Industriais Modernas, realizada em Paris em 1925, tornando-se símbolo de uma época e de uma corrente artística: a Art Déco. Jean Goujon, o grande escultor renascentista, foi evocado como o artista que melhor conseguira conciliar a modernidade com a tradição em França. O grupo é constituído por três mulheres jovens, a Diana caçadora e duas ninfas, uma corça, símbolo típico da Art Déco, e várias aves. Flores e fetos estilizados completam a composição. A exuberância decorativa do conjunto é ainda acentuada pela introdução de cor nos rostos e nas cabeleiras das personagens femininas.

Janniot participou nesta feira internacional a convite de Bourdelle, mas a sua amizade com o decorador Ruhlmann explica a presença do grupo no exterior do “Hotel d’un Riche Collectionneur”, um dos pavilhões mais visitados do certame. Com arquitetura de Pierre Patout, o pavilhão contou ainda com relevos exteriores e interiores de Joseph Bernard. Em 1939, Calouste Gulbenkian adquiriu este grupo na Venda de Lola Voisin, sendo sua intenção integrá-lo na decoração dos jardins da sua propriedade Les Enclos, na Normandia. Mas a ideia não agradou ao arquiteto paisagista e o Colecionador desistiu do projeto. Transportado para Portugal, juntamente com o resto da coleção, o grupo integrou o recém inaugurado Museu Calouste Gulbenkian, em outubro de 1969, passando nele a figurar como marco referencial dos limites do gosto do Colecionador.

Proveniência

Desde 1925 na Coleção Gabriel Voisin, herdado por morte deste, pela viúva Lola Voisin. Adquirida por Calouste Gulbenkian, por intermédio de Marcel Jonas, na Venda Lola Voisin, realizada em Paris (Hôtel Drouot), 20 de janeiro de 1939 (lote 49).

A.220 cm; L. 235 cm; Prof. 129 cm

Vitry 1925

Paul Vitry – La Sculpture à l’Exposition des Arts Decoratifs. In L’Architecture, vol. XXXVIII, nº 19, 1925, p. 331-332.

A.-Dayot 1937

Magdeleine A.-Dayot – Quelques visites d’Atelier. In L’Art et les Artistes, 1937.

Baschet 1946

Jacques Baschet – Sculpteurs de ce temps. Paris : Nouvelles Editions Françaises, 1946.

Monte Carlo 1990

Sculpture Passion – Exposition de la collection des sculptures des XIX et XX siècles de Monsieur J. Ginepro, (catálogo da exposição). Monte Carlo, 1990.

Figueiredo 1992

Maria Rosa Figueiredo – A Escultura Francesa. Catálogo de Escultura Europeia. Lisboa: Museu Calouste Gulbenkian, 1992, vol. I, p. 258-261.

Atualização em 05 Julho 2018