Fernando Pessoa. Coração de Ninguém

III Congresso Pessoano

Exposição sobre a vida e obra de Fernando Pessoa (1888-1935), integrada nas comemorações do «III Congresso Pessoano» e organizada pela Comissão Executiva das Comemorações do cinquentenário da sua morte. A mostra apresentou um conjunto de pinturas, desenhos e esculturas de vários artistas portugueses, tendo sido enriquecida por manuscritos e fotografias do poeta.
Exhibition on the life and work of Fernando Pessoa (1888-1935) included in the commemorations of the «Third Pessoa Congress» and organised by the Executive Commemorative Commission for the 50th anniversary of the writer's death. The show presented a selection of paintings, drawings and sculptures by various Portuguese artists, in a display complemented by manuscripts and photographs of the poet himself.

«Coração de Ninguém» foi uma exposição sobre a vida e obra de Fernando Pessoa (1888-1935), preparada pelo Instituto Português do Livro, por ocasião do «III Congresso Internacional de Estudos Pessoanos», organizado pela Comissão Executiva das Comemorações do Cinquentenário da Morte de Fernando Pessoa.

A exposição, comissariada por José Blanco, em articulação com Teresa Rita Lopes, mostrou alguns trabalhos anteriormente expostos em «Um Rosto para Fernando Pessoa» (patente de julho a setembro de 1985), que reunia pinturas, desenhos e esculturas de vários artistas portugueses, tendo sido enriquecida por manuscritos (originais e datilografados) e fotografias do poeta.

Paralelamente à exposição, o congresso realizou-se nos dias 2, 3 e 4 de dezembro de 1985, na Zona de Congressos da Fundação Calouste Gulbenkian (FCG), com o apoio logístico dos Serviços Centrais.

O coordenador da Comissão Executiva das Comemorações de Fernando Pessoa, António Alçada Baptista, solicitaria à FCG 180 metros quadrados para a instalação da exposição, contando para tal com o apoio de José Sommer Ribeiro, na qualidade de diretor do Serviço de Exposições e Museografia, que disponibilizou para o efeito a Zona de Congressos, no edifício Sede da FCG (carta de António Alçada Baptista para José de Azeredo Perdigão, 4 jan. 1985, Arquivos Gulbenkian, SEM 00468).

A revista Colóquio/Letras consagraria o seu número 88 (de novembro de 1985) a Fernando Pessoa, antecipando as duas iniciativas em redor do universo pessoano promovidas pela Fundação Calouste Gulbenkian para o mês de dezembro daquele mesmo ano. Na crítica do jornal Expresso pôde ler-se: «[…] a exposição dispersa-se como itinerário e falha como cenografia, para o que ajudam as fúnebres vitrinas com a efígie do poeta.» («Fernando Pessoa…», Expresso, 7 dez. 1985)

Posteriormente, em 1998, decorreu uma exposição dividida em duas mostras: «Reminiscências sobre Fernando Pessoa» e «Coração de Ninguém», com produção e apresentação de Teresa Rita Lopes. A última, de pendor iconográfico, seria construída a partir da exposição de 1985, levando o mesmo título. Nela foram expostas obras de Bartolomeu Cid dos Santos, que procuravam evidenciar a relação entre o artista plástico e o poeta.

Ana Lúcia Luz, 2017


Ficha Técnica


Artistas / Participantes


Coleção Gulbenkian

Fernando Pessoa - Heterónimo

António Costa Pinheiro (1932- 2015)

Fernando Pessoa - Heterónimo, 1978 / Inv. 83P463

Retrato de Fernando Pessoa

José de Almada Negreiros (1893-1970)

Retrato de Fernando Pessoa, 1964 / Inv. 64P66

Fernando 3

Júlio Pomar (1926-2018)

Fernando 3, 1983 / Inv. DP1419

Fernando Pessoa

Júlio Pomar (1926-2018)

Fernando Pessoa, 1983 / Inv. DP1417

Fernando Pessoa e Almada Negreiros

Júlio Pomar (1926-2018)

Fernando Pessoa e Almada Negreiros, 1983 / Inv. DP1420


Eventos Paralelos

Congresso / Simpósio

III Congresso Pessoano

2 dez 1985 – 4 dez 1985
Fundação Calouste Gulbenkian / Edifício Sede – Auditório 3
Lisboa, Portugal
2 dez 1985 – 4 dez 1985
Fundação Calouste Gulbenkian / Edifício Sede – Auditório 2
Lisboa, Portugal

Publicações


Material Gráfico


Fotografias

José de Azeredo Perdigão e António Ramalho Eanes
José de Azeredo Perdigão e o presidente da República Portuguesa, António Ramalho Eanes
José de Azeredo Perdigão e o presidente da República Portuguesa, António Ramalho Eanes
António Ramalho Eanes e João de Deus Pinheiro

Documentação


Imprensa


Fontes Arquivísticas

Biblioteca de Arte Gulbenkian, Lisboa / Dossiê BA/FCG

Coleção de dossiês com recortes de imprensa de eventos realizados nas décadas de 80 e 90 do século XX, organizados de forma temática e cronológica. 1984 – 1997

Arquivos Gulbenkian (Serviço de Exposições e Museografia), Lisboa / SEM 00468

Pasta com documentação referente à produção da exposição. Contém recortes de imprensa, Apontamentos e correspondência entre o presidente da Fundação Calouste Gulbenkian e o coordenador das Comemorações e ainda correspondência interna, lista de desenhos de Jorge Martins e pedido de visita. 1985 – 1986

Arquivos Gulbenkian (Serviço de Comunicação), Lisboa / COM-S001/004-D00478

Coleção fotográfica, p.b.: inauguração (FCG, Lisboa) 1985


Exposições Relacionadas

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.