III Exposição de Artes Plásticas da Fundação Calouste Gulbenkian

Ciclo «Exposição de Artes Plásticas»

Esta exposição ocorreu num contexto social, político e artístico particular, introduzindo novas categorias artísticas, como a fotografia, a instalação e o vídeo. Nela foram reunidas 345 obras de 247 artistas, com o objetivo de dar a conhecer parte da produção artística portuguesa dos anos 80.
Exhibition aimed at drawing attention to Portuguese art production from the 80s, featuring 345 artworks from 247 artists. The show, organised by the Calouste Gulbenkian Foundation, took place within a unique social, political and artistic context, which saw the emergence of new art forms such as photography, installation art and video.

Programada para 1969 na sequência das anteriores – a primeira em 1957, na Sociedade Nacional de Belas-Artes, e a segunda em 1961, na Feira Internacional de Lisboa –, a «III Exposição de Artes Plásticas da Fundação Calouste Gulbenkian» acabou por se realizar em 1986, integrada num conjunto de atividades dedicadas à celebração do trigésimo aniversário da Fundação Calouste Gulbenkian (FCG).

Este certame distinguiu-se dos anteriores não só por ter ocorrido num contexto social, político e artístico muito distinto, já em período de consolidação do regime democrático do pós-25 de Abril, mas também por ter previsto no seu regulamento a introdução de novas categorias artísticas: fotografia, vídeo e instalação/objeto.

O objetivo da exposição foi dar a conhecer ao grande público uma perspetiva panorâmica da produção artística portuguesa dos anos 80 do século XX. Para tal, foram reunidas 345 obras de 247 artistas, selecionadas entre os 2671 trabalhos submetidos. A escolha foi efetuada por um júri constituído por representantes de várias instituições artísticas nacionais: Frederico George (Academia Nacional de Belas-Artes), Lagoa Henriques (Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa), Dário Alves (Escola Superior de Belas-Artes do Porto) e Rui Mário Gonçalves (secção portuguesa da Associação Internacional de Críticos de Arte). Em representação dos artistas, e votados pelos próprios artistas participantes através do boletim de inscrição, foram mais tarde integrados no júri Gil Teixeira Lopes (GITELO) e João Rocha de Sousa.

O regulamento da «III Exposição de Artes Plásticas» foi elaborado pelos membros do júri e por José Sommer Ribeiro e Pedro Tamen, em representação da FCG. Entre as suas várias disposições, este documento definia que os trabalhos premiados deveriam ser adquiridos pela FCG, incorporando o acervo do seu Centro de Arte Moderna (CAM), inaugurado em 1983.

O regulamento estipulava os prémios a atribuir e permitia a participação de artistas portugueses e estrangeiros residentes em Portugal. Os artistas premiados nas edições anteriores poderiam participar, com o benefício de os seus trabalhos não serem submetidos ao processo de seleção.

Nesta terceira edição da «Exposição de Artes Plásticas» foram premiados os seguintes nomes: Ângelo de Sousa, com a pintura 86-3-15Q (1986); Zulmiro de Carvalho, com Escultura (c. 1980); os arquitetos José Gigante, Jorge Gigante, Francisco de Melo e João Alves da Rocha, com o Conjunto de Projetos para Lamego; Jorge Martins, com o desenho S/ Título (1986); GITELO, com a gravura Espaço Humano III (c. 1980); José Nuno da Câmara Pereira, com a instalação Começo; Sérgio Eloy, com a fotografia Graffiti nas Paredes de Lisboa (1985); Ção Pestana, com o vídeo Alter-Ânsias.

Além de terem sido adquiridas as obras dos artistas premiados – com exceção das obras de arquitetura, instalação e vídeo –, a coleção do CAM foi enriquecida por outros 24 trabalhos, que incluíram pintura, escultura, desenho, gravura e fotografia.

Realizada num período de grande efervescência criativa, múltipla abertura de galerias de arte e abertura internacional da produção artística nacional, a «III Exposição de Artes Plásticas» não correspondeu às expectativas geradas. Paradoxalmente, o seu principal objetivo (apresentar uma visão abrangente da arte portuguesa) acabou por constituir o cerne das principais críticas de que foi alvo: a narrativa «panorâmica» levou à adoção de um conceito desatualizado de exposição, quer museograficamente (em formato salão), quer através da convocação de um júri exclusivamente institucional.

As decisões do júri foram fortemente contestadas pela crítica, que acusou os representantes das instituições artísticas portuguesas de terem ignorado alguns dos artistas mais importantes em atividade na década de 1980 em Portugal, revelando uma grande resistência ao seu tempo e desiludindo os que ansiavam por uma mostra de arte contemporânea que legitimasse as novas tendências artísticas.

Das várias críticas publicadas na imprensa, citem-se como exemplo as palavras de Paulo Varela Gomes, que considerou que «num Verão de acontecimentos artísticos por todo o país, a Exposição Gulbenkian vê-se tristemente relegada a ser apenas mais um salão» (Gomes, Diário de Lisboa, 5 ago. 1986). Também António Rodrigues teceu uma longa crítica a esta exposição, fazendo considerações sobre temas como a museografia ou o sistema de júri: «Como faz notar o director do CAM […] muito já aconteceu no país e fora dele e na própria Fundação desde a II Expo. que esta desvirtua sem renovação de critérios de organização e de intervenção, logo presa a um critério já obsoleto de formação de júri por membros representantes de instituições directamente ligadas [à]s artes mas que nem sempre das mesmas estão informadas nem empenhadas […] quando ele [o júri] manifesta indefinição de critérios, por um lado, e, por outro, afins resultados de gosto. Os artistas que indicou para a compra de obras não se acertam com aqueles que o próprio considerou premiáveis, como também não com aqueles que ainda não têm representação no CAM.» (Rodrigues, JL. Jornal de Letras, Artes e Ideias, 28 jul. 1986)

Este seria um dos mais duros artigos relativos a este evento expositivo, que culminaria com a conclusão de que «ninguém merecia esta exposição e, muito menos, a Fundação Calouste Gulbenkian» (Ibid.).

Carolina Gouveia Matias, 2015


Ficha Técnica


Artistas / Participantes


Coleção Gulbenkian

S/ Título

Ana Esquível (1936-)

S/ Título, Inv. 86FP265

86-3-15Q

Ângelo de Sousa (1938-2011)

86-3-15Q, Março 1986 / Inv. 86P579

Fonte de Sintra XVI

António Dacosta (1914-1990)

Fonte de Sintra XVI, 1985 / Inv. 86P127

Não há sim sem não - O Eremita

António Dacosta (1914-1990)

Não há sim sem não - O Eremita, 1985 / Inv. 86P128

Mikonos Dei

António Mira (1953 - )

Mikonos Dei, 1986 / Inv. 89P312

Fauno

António Quina (1953-)

Fauno, 1986 / Inv. 86E892

sem título

António Sena (1941- )

sem título, 1983/84 / Inv. P1247

Homenagem a Cesário

Bartolomeu Cid dos Santos (1931- 2008)

Homenagem a Cesário, 1985 / Inv. 05GP1937

S/título (Serrazes)

David de Almeida (1945-2014)

S/título (Serrazes), 1982 / Inv. GP2027

Néctar

Eduardo Batarda (1943- )

Néctar, 1984/85 / Inv. 86P698

2 - 5 - 83 - B

Eurico Gonçalves (1932-2022 )

2 - 5 - 83 - B, 1983 / Inv. DP1076

Desdobragem

Eurico Gonçalves (1932-2022 )

Desdobragem, 1982 / Inv. 83P1380

Muralha da China

Filipe Rocha da Silva (1954 -)

Muralha da China, 1986 / Inv. 86P435

As Coscuvilheiras

Gabriela Couto (1951-)

As Coscuvilheiras, 1984 / Inv. 87E996

Espaço Humano III

Gil Teixeira Lopes (1936-)

Espaço Humano III, Inv. GP1047

O sagrado e o erótico

Graça Morais (1948- )

O sagrado e o erótico, 11-06-1986 / Inv. DP1401

Janus

Hein Semke (1899-1995)

Janus, 1975 / Inv. 13GP2776

Morreu Ivan Ilich

Isabel Augusta (1960- )

Morreu Ivan Ilich, 1986 / Inv. 86P701

S/ Título

Jaime Silva (1947-)

S/ Título, 1982 / Inv. DP1402

Menina Deitada na Água

João Cutileiro (1937-2021)

Menina Deitada na Água, 1986 / Inv. 86E487

Des-enlace

Joaquim Lima Carvalho (1940-)

Des-enlace, 1986 / Inv. 86P1405

Enlace

Joaquim Lima Carvalho (1940-)

Enlace, 1986 / Inv. DP1416

Enlace

Joaquim Lima Carvalho (1940-)

Enlace, 1986 / Inv. DP1416

S/ Título

Jorge Martins (1940-)

S/ Título, 1986 / Inv. DP1341

S/Título

Jorge Martins (1940-)

S/Título, 1985 / Inv. 86P520

Um dia cinzento

Jorge Molder (1947-)

Um dia cinzento, 1981 / Inv. 88FP181

S/ Título

José Manuel Tabuada

S/ Título, 1986 / Inv. P1481

S/ Título

José Pedro Croft (1957-)

S/ Título, 1986 / Inv. 86E846

S/Título (nu feminino)

Manuel Magalhães (1945-)

S/Título (nu feminino), 1986 / Inv. FP149

Duas figuras - pássaros

Maria Gabriel (1937-)

Duas figuras - pássaros, 1986 / Inv. GP1070

Hora da refeição I

Maria Graça Sarsfield (1947-)

Hora da refeição I, 1983 / Inv. 87FP183

Camuflagem

Maria José Aguiar (1948- )

Camuflagem, 1982 / Inv. 83P712

Escultura

Miguel Arruda (1943-)

Escultura, 1986 / Inv. 86E894

S/ Título

Nuno Calvet (1932-)

S/ Título, 1984 / Inv. 86FP266

S/Título

Pedro Calapez (1953-)

S/Título, 1986 / Inv. 86P779

Pintura

Pedro Chorão (1945- )

Pintura, 1986 / Inv. 86P1020

Pari Passu

Pedro Rosado (1950-2018)

Pari Passu, 1985 / Inv. 86E893

Geometria para os Desastres Principais II

Rocha de Sousa (1938-)

Geometria para os Desastres Principais II, 1985 / Inv. P1464

Páteo

Rogério Ribeiro (1930-2008)

Páteo, 1986 / Inv. 86P994

Graffitti (Paredes de Lisboa)

Sérgio Eloy (1959-)

Graffitti (Paredes de Lisboa), 1985 / Inv. FP17

Four Green Videos

Sérgio Pinhão (1949)

Four Green Videos, 1982/86 / Inv. GP1943

Four Green Videos

Sérgio Pinhão (1949)

Four Green Videos, 1982/86 / Inv. GP1943

Escultura

Zulmiro de Carvalho (1940-)

Escultura, 1986 / Inv. 86E891

S/ Título

Ana Esquível (1936-)

S/ Título, Inv. 86FP265

86-3-15Q

Ângelo de Sousa (1938-2011)

86-3-15Q, Março 1986 / Inv. 86P579

Fonte de Sintra XVI

António Dacosta (1914-1990)

Fonte de Sintra XVI, 1985 / Inv. 86P127

Não há sim sem não - O Eremita

António Dacosta (1914-1990)

Não há sim sem não - O Eremita, 1985 / Inv. 86P128

Mikonos Dei

António Mira (1953 - )

Mikonos Dei, 1986 / Inv. 89P312

Fauno

António Quina (1953-)

Fauno, 1986 / Inv. 86E892

sem título

António Sena (1941- )

sem título, 1983/84 / Inv. P1247

Homenagem a Cesário

Bartolomeu Cid dos Santos (1931- 2008)

Homenagem a Cesário, 1985 / Inv. 05GP1937

S/título (Serrazes)

David de Almeida (1945-2014)

S/título (Serrazes), 1982 / Inv. GP2027

Néctar

Eduardo Batarda (1943- )

Néctar, 1984/85 / Inv. 86P698

2 - 5 - 83 - B

Eurico Gonçalves (1932-2022 )

2 - 5 - 83 - B, 1983 / Inv. DP1076

Desdobragem

Eurico Gonçalves (1932-2022 )

Desdobragem, 1982 / Inv. 83P1380

Muralha da China

Filipe Rocha da Silva (1954 -)

Muralha da China, 1986 / Inv. 86P435

As Coscuvilheiras

Gabriela Couto (1951-)

As Coscuvilheiras, 1984 / Inv. 87E996

Espaço Humano III

Gil Teixeira Lopes (1936-)

Espaço Humano III, Inv. GP1047

O sagrado e o erótico

Graça Morais (1948- )

O sagrado e o erótico, 11-06-1986 / Inv. DP1401

Janus

Hein Semke (1899-1995)

Janus, 1975 / Inv. 13GP2776

Morreu Ivan Ilich

Isabel Augusta (1960- )

Morreu Ivan Ilich, 1986 / Inv. 86P701

S/ Título

Jaime Silva (1947-)

S/ Título, 1982 / Inv. DP1402

Menina Deitada na Água

João Cutileiro (1937-2021)

Menina Deitada na Água, 1986 / Inv. 86E487

Des-enlace

Joaquim Lima Carvalho (1940-)

Des-enlace, 1986 / Inv. 86P1405

Enlace

Joaquim Lima Carvalho (1940-)

Enlace, 1986 / Inv. DP1416

Enlace

Joaquim Lima Carvalho (1940-)

Enlace, 1986 / Inv. DP1416

S/ Título

Jorge Martins (1940-)

S/ Título, 1986 / Inv. DP1341

S/Título

Jorge Martins (1940-)

S/Título, 1985 / Inv. 86P520

Um dia cinzento

Jorge Molder (1947-)

Um dia cinzento, 1981 / Inv. 88FP181

S/ Título

José Manuel Tabuada

S/ Título, 1986 / Inv. P1481

S/ Título

José Pedro Croft (1957-)

S/ Título, 1986 / Inv. 86E846

S/Título (nu feminino)

Manuel Magalhães (1945-)

S/Título (nu feminino), 1986 / Inv. FP149

Duas figuras - pássaros

Maria Gabriel (1937-)

Duas figuras - pássaros, 1986 / Inv. GP1070

Hora da refeição I

Maria Graça Sarsfield (1947-)

Hora da refeição I, 1983 / Inv. 87FP183

Camuflagem

Maria José Aguiar (1948- )

Camuflagem, 1982 / Inv. 83P712

Escultura

Miguel Arruda (1943-)

Escultura, 1986 / Inv. 86E894

S/ Título

Nuno Calvet (1932-)

S/ Título, 1984 / Inv. 86FP266

S/Título

Pedro Calapez (1953-)

S/Título, 1986 / Inv. 86P779

Pintura

Pedro Chorão (1945- )

Pintura, 1986 / Inv. 86P1020

Pari Passu

Pedro Rosado (1950-2018)

Pari Passu, 1985 / Inv. 86E893

Geometria para os Desastres Principais II

Rocha de Sousa (1938-)

Geometria para os Desastres Principais II, 1985 / Inv. P1464

Páteo

Rogério Ribeiro (1930-2008)

Páteo, 1986 / Inv. 86P994

Graffitti (Paredes de Lisboa)

Sérgio Eloy (1959-)

Graffitti (Paredes de Lisboa), 1985 / Inv. FP17

Four Green Videos

Sérgio Pinhão (1949)

Four Green Videos, 1982/86 / Inv. GP1943

Four Green Videos

Sérgio Pinhão (1949)

Four Green Videos, 1982/86 / Inv. GP1943

Escultura

Zulmiro de Carvalho (1940-)

Escultura, 1986 / Inv. 86E891


Publicações


Material Gráfico


Fotografias


Multimédia


Documentação


Imprensa


Fontes Arquivísticas

Espólio do CAM, Lisboa / Sem cota

16 provas cor (8 duplicadas): aspetos (FCG, Lisboa) 1986

Espólio do CAM, Lisboa / Sem cota

14 provas, p.b.: aspetos (FCG, Lisboa) 1986

Arquivos Gulbenkian (Presidência), Lisboa / PRES 00200

Pasta com documentação referente à produção da exposição. Contém informações relativamente à intenção de organização da exposição, inicialmente programada para o ano de 1969. 1969 – 1974

Arquivos Gulbenkian (Centro de Arte Moderna), Lisboa / CAM 00108

Pasta com documentação referente à produção da exposição. Contém informação relativa à constituição do júri de admissão, regulamento do concurso, ofícios internos, catálogo da exposição e cartografia. 1986 – 1986

Arquivos Gulbenkian (Centro de Arte Moderna), Lisboa / CAM 00109

Pasta com documentação referente à produção da exposição. Contém informação relativa aos participantes na exposição-concurso. 1986 – 1987

Arquivos Gulbenkian (Centro de Arte Moderna), Lisboa / CAM 00110

Pasta com documentação referente à produção da exposição. Contêm informação relativa aos participantes na exposição-concurso. 1986 – 1987

Arquivos Gulbenkian (Serviço de Belas-Artes), Lisboa / SBA 13182

Pasta com documentação referente à produção da exposição. Contém informações, despachos, atas, despesas, correspondência, recortes de imprensa e publicidade relativos à exposição inicialmente programada para o ano de 1969, que não se chegou a realizar. 1968 – 1973


Exposições Relacionadas

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.