Exposition à travers l'Œuvre de Paolo. Dessins, Gouaches et Aquarelles

Exposição retrospetiva do artista português Paulo Ferreira (1911-1999), constituída por 123 desenhos, aguarelas e gravuras, datadas de 1927 a 1975. Abordando temáticas diversificadas, como o retrato, a paisagem, ou composições de cariz abstratizante, o artista expôs a obra gráfica e pictórica naquela que seria a sua primeira exposição retrospetiva.
Retrospective exhibition of Portuguese artist Paulo Ferreira (1911-1999), comprising 123 drawings, watercolours and prints, dated from 1927 to 1975. Covering a diverse range of themes, such as portraiture, landscapes, and abstract compositions, the artist exhibited his graphic and pictorial work in what would be his first retrospective show.

Exposição retrospetiva do artista português Paulo Ferreira (1911-1999), conhecido por Paolo, que residiu largas décadas em Paris. Constituída por desenhos, aguarelas e gravuras datadas de 1927 a 1975, a exposição esteve aberta ao público entre maio e outubro de 1976 no Centre Culturel Portugais (CCP), sede da Fundação Calouste Gulbenkian (FCG) em Paris. Na antiga residência de Calouste Sarkis Gulbenkian, foram apresentadas 123 obras, realizadas com recurso a diferentes técnicas sobre papel, abordando temáticas diversificadas, como o retrato, a paisagem, ou composições de cariz abstratizante.

Paolo, que tivera uma carreira artística particularmente ativa até à década de 1930, tendo sido inclusivamente premiado com um Grande Prémio na categoria de Decoração na Exposição Internacional de Paris de 1937, foi convidado pelo então diretor do CCP, José de Pina Martins, a expor a sua obra gráfica e pictórica naquela que seria a sua primeira exposição retrospetiva, depois de mais de trinta anos sem expor individualmente.

A ligação de Paulo Ferreira à FCG e ao CCP estreitara-se através da sua colaboração com a instituição, na organização de diversas exposições de arte. Assim, a iniciativa da realização desta exposição cumpria um duplo objectivo: homenagear um importante colaborador da FCG, dinamizador dos valores artísticos nacionais, e, simultaneamente, validar os seus méritos artísticos. De salientar o facto de a programação expositiva do CCP durante o ano de 1976 se ter dedicado, em grande parte, à apresentação da obra de artistas portugueses a residir em França.

O catálogo da exposição conta com um elogioso texto de Raymond Cogniat, diretor da secção de arte do jornal francês Le Figaro. Por seu turno, num artigo publicado na revista Colóquio/Artes, José-Augusto França nomearia Paulo Ferreira como um «artista discreto e sensível, que contou entre os mais significativos da sua geração», fazendo ainda referência à importância desta exposição na divulgação do trabalho dos artistas nacionais e, concretamente, na divulgação da obra deste artista: «Exibir agora uma larga centena desses desenhos que pontuam delicadamente o espaço das salas da Avenue d’Iéna é evocar anos passados e, por culpa nossa, mal conhecidos, nos quais se desenvolveu uma cultura portuguesa, tão provinciana como cosmopolita, correspondente a uma cidade que procurava sê-lo, aberta para Paris e fechada no Chiado.» (França, Colóquio/Artes, jun. 1976, p. 72)

Em 1978, a exposição seria novamente organizada e apresentada pela Fundação Calouste Gulbenkian em Lisboa e no Porto, tendo para isso sido preparado um novo catálogo em português, no qual foi integrado um texto sobre o artista, assinado por Jorge de Sena.

Filipa Coimbra, 2016


Ficha Técnica


Artistas / Participantes


Coleção Gulbenkian

Eclipse, coeur blessé infini de l'âme

Paulo Ferreira (Paolo) (1911-1999)

Eclipse, coeur blessé infini de l'âme, 1931 / Inv. DP1015

Palhaço e bailarina

Paulo Ferreira (Paolo) (1911-1999)

Palhaço e bailarina, 1932 / Inv. DP1022

Eclipse, coeur blessé infini de l'âme

Paulo Ferreira (Paolo) (1911-1999)

Eclipse, coeur blessé infini de l'âme, 1931 / Inv. DP1015

Palhaço e bailarina

Paulo Ferreira (Paolo) (1911-1999)

Palhaço e bailarina, 1932 / Inv. DP1022


Publicações


Material Gráfico


Fotografias

Fotografias em álbum da inauguração da exposição
Paulo Ferreira (Paolo) (à esq.)

Imprensa


Fontes Arquivísticas

Arquivos Gulbenkian (Centre Culturel Portugais de Paris), Lisboa / PRS 04804

Álbum com 44 provas fotográficas, p.b.: eventos maio a outubro 1976 (FCG-CCP, Paris). Contém 21 provas.: inauguração «Costa FCG-CAMelo. Exposition des Huiles sur Papier et de L'Avis»; 9 provas: inauguração «Exposition à travers l'Œuvre de Paolo. Dessins, Gouaches et Aquarelles»; 10 provas: inauguração da exposição «Jeune Peinture Portugaise» 1976 – 1976

Arquivos Gulbenkian (Serviço de Exposições e Museografia), Lisboa / SEM-S007-P0427-D01248

Coleção fotográfica, p.b.: inauguração (FCG, Lisboa) 1978

Arquivos Gulbenkian (Serviço de Exposições e Museografia), Lisboa / SEM-S007-P0427-D01247

12 provas, p.b.: aspetos (FCG, Lisboa) 1978

Arquivos Gulbenkian (Serviço de Exposições e Museografia), Lisboa / SEM 00128

Pasta com documentação referente à produção da exposição. Contém correspondência variada, orçamentos, convite, textos do catálogo e recortes de imprensa. 1978 – 1979


Exposições Relacionadas

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.