Eid al-Fitr. O Fim do Jejum

Ciclo «Festejos de Ano Novo: Arte Islâmica no Museu Calouste Gulbenkian»

Exposição do ciclo «Festejos de Ano Novo: Arte Islâmica no Museu Calouste Gulbenkian», organizada na galeria de Arte Islâmica do Museu Calouste Gulbenkian e comissariada por Sussan Babaie, Jorge Rodrigues e Clara Serra. Com peças da Coleção, a mostra recriava o ambiente doméstico do ritual associado à comemoração do fim do jejum do Ramadão.
Exhibition as part of the “New Year's Celebrations: Islamic Art in the Calouste Gulbenkian Museum” cycle, held in the Islamic Art Gallery of the Calouste Gulbenkian Museum and curated by Sussan Babaie, Jorge Rodrigues and Clara Serra. Featuring pieces from the Collection, the exhibition replicates a home environment during rituals to mark the end of the fast of Ramadan.

Em março de 2017, inaugurava na galeria da Arte do Oriente Islâmico da Exposição Permanente do Museu Calouste Gulbenkian (MCG), o projeto curatorial «Festejos de Ano Novo: Arte Islâmica no Museu Calouste Gulbenkian», assinado por Sussan Babaie, investigadora do Courtauld Institute of Art, e pelos curadores do MCG Jorge Rodrigues e Clara Serra.

A proposta, que se desenvolveria em dois momentos distintos, compreendia duas exposições tematicamente relacionadas: «Noruz. Festividades na Primavera» (entre março e abril de 2017) e «Eid al-Fitr. O Fim do Jejum» (entre junho e julho do mesmo ano), ambas estruturadas em torno de peças-chave da coleção de Calouste Sarkis Gulbenkian, de forma a permitir o reenquadramento teórico de um conjunto de objetos do núcleo de arte islâmica da Coleção do Fundador. É de assinalar que, embora o modelo expositivo de apresentação dos objetos deste núcleo se mantivesse praticamente inalterado desde 1969, data da inauguração do museu, a investigação sobre o tema foi sendo enriquecida com novas pistas de análise e reflexão que permitiam desenvolver novos olhares e interpretações sobre as obras.

Desta forma, «a partir da evocação destas celebrações, com um grande significado simbólico para o mundo islâmico, o Persa e da Ásia Central[,] no caso do Noruz[,] e o Pan-árabe e Otomano[,] no caso do Eid», evocava-se o ritual do banquete, prática associada a estas festividades, através da seleção de peças do acervo do Museu (Ata do Conselho de Administração, 25 mai. 2017, Arquivos Gulbenkian, ID: 123760).

A segunda instalação-intervenção (assim designada pela equipa curatorial), intitulada «Eid al-Fitr. O Fim do Jejum», rememorando o ritual de grande importância para todo o mundo muçulmano, por marcar o fim do jejum do Ramadão, foi inaugurada no dia 22 de junho de 2017, desenvolvendo-se em torno de um tapete da Coleção, proveniente da região do Cáucaso (Inv. T83) e rodeado de objetos predominantemente de origem otomana (cerâmicas, tecidos, uma lâmpada de mesquita e um tapete de oração), de modo a criar um «ambiente mais próximo da sua utilização ritual», num contexto assumidamente doméstico, que permitia simultaneamente promover «uma releitura e uma ressignificação [destes] objetos artísticos».

O projeto curatorial pretendia ainda fomentar o desenvolvimento de novos diálogos entre a Coleção e o visitante, estabelecendo para o efeito uma parceria estreita com a equipa de mediação, constituída por elementos de diversas nacionalidades e diferentes comunidades – «vozes habitualmente não representadas e tidas como não-científicas» –, para aproximar «os universos histórico e museológico do universo da vida quotidiana» (Relatório e Contas. FCG, 2017, 2018, p. 49).

O projeto incluiu a realização de duas mesas-redondas, cada uma associada a um dos programas expositivos, com o título genérico «Arte Islâmica no Museu Hoje», moderadas por Sussan Babaie e com o apoio institucional do Goethe-lnstitut de Lisboa. A primeira sessão, «Arte Islâmica no Museu Hoje: Uma Controvérsia?», foi realizada no Auditório 3 da Fundação Calouste Gulbenkian no dia 29 de março de 2017, contando com a participação de Amy Landau, do Walters Art Museum, em Baltimore, e de Stefan Weber, do Museu de Arte Islâmica, em Berlim; a segunda, «Arte islâmica no Museu Hoje: Uma Oportunidade?», também no Auditório 3 da FCG, foi realizada no dia 19 de junho e contou com a participação de Cigdem Kafescioglu, da Universidade Bogaziçi, em Istambul, e de Avinoam Shalem, da Universidade Columbia, em Nova Iorque. Esta iniciativa reuniu em Lisboa «académicos e profissionais da área da museologia, alargando o âmbito do debate e explorando as oportunidades latentes no ato de repensar o conceito de «islâmico», as ligações sensíveis entre as artes moderna e contemporânea, e as práticas históricas de colecionismo e exposição dos museus europeus e norte-americanos» («Arte islâmica no Museu hoje: uma oportunidade?», 2017).

A exposição integrou a programação do «Jardim de Verão» da Fundação Calouste Gulbenkian, a decorrer entre 23 de junho e 22 de julho de 2017.

Isabel Falcão, 2022


Ficha Técnica


Coleção Gulbenkian

Desconhecido

1572-1595 / Inv. 1635

Desconhecido

c.1580-1585 / Inv. 781

Desconhecido

c.1580 / Inv. 196

Desconhecido

c.1585 / Inv. 799

Desconhecido

c.1535-1550 / Inv. 810

Desconhecido

c.1530-1535 / Inv. 859

Desconhecido

Final do século XVI/início do século XVII / Inv. 351

Desconhecido

c.1580-85 / Inv. 2034

Desconhecido

c.1580-1585 / Inv. 2240

Desconhecido

Inv. 2243

Desconhecido

c.1575 / Inv. 777

Desconhecido

c.1535-1545 / Inv. 811

Desconhecido

c.1550 / Inv. 834

Desconhecido

Início do século XVII / Inv. 2241

Desconhecido

c.1585 / Inv. 814

Desconhecido

c.1525 / Inv. 821

Desconhecido

Século XVI / Inv. 835

Desconhecido

c.1575-1580 / Inv. 802

Desconhecido

Início do século XVII / Inv. 855

Desconhecido

c.1575 / Inv. 2250

Desconhecido

c.1585 / Inv. 816

Desconhecido

Século XVI / Inv. 826

Desconhecido

c.1555-1560 / Inv. 806

Desconhecido

c.1575 / Inv. 2247

Desconhecido

c.1590-1600 / Inv. 794

Desconhecido

c.1560 / Inv. 820

Desconhecido

c.1575 / Inv. 824

Desconhecido

Final do século XVI / Inv. 845

Desconhecido

c.1575-1580 / Inv. 847

Desconhecido

c.1580-1585 / Inv. 853

Desconhecido

Final do século XVI ou início do XVII / Inv. 2074

Desconhecido

c.1580-85 / Inv. 774

Desconhecido

c.1590 / Inv. 785

Desconhecido

Século XIX / Inv. 1031

Desconhecido

c.1580 / Inv. 1581

Desconhecido

Inv. R19

Desconhecido

ca.1580 / Inv. 1657

Desconhecido

Final do século XVI / Inv. 1680

Tapete

Desconhecido

Tapete, Inv. T106

Tapete "Kouba"

Desconhecido

Tapete "Kouba", Inv. T83

Busto feminino entre papoilas

René Lalique (1860-1945)

Busto feminino entre papoilas, c. 1900 - 1901 / Inv. 1148


Eventos Paralelos

Visita(s) guiada(s)

Eid al-Fitr. Conversas Informais à volta de um Tapete

25 jun 2017 – 2 jul 2017
Fundação Calouste Gulbenkian / Museu Calouste Gulbenkian – Galerias da Exposição Permanente
Lisboa, Portugal
Mesa-redonda / Debate / Conversa

Arte Islâmica no Museu Hoje: Uma Oportunidade?

29 jun 2017
Fundação Calouste Gulbenkian / Edifício Sede – Auditório 3
Lisboa, Portugal

Publicações


Fotografias


Multimédia


Páginas Web


Fontes Arquivísticas

Arquivo Digital Gulbenkian, Lisboa / ID: 6235

Coleção fotográfica, cor: aspetos (FCG - Museu Calouste Gulbenkian, Lisboa) 2017

Arquivo Digital Gulbenkian, Lisboa

Conjunto de documentos referentes à atividade «Jardim de Verão 2017» na qual se integra a exposição «Eid al-Fitr. O Fim do Jejum» Contém programa, vídeos, textos e fotografias do evento. 2017

Arquivos Gulbenkian (Museu Calouste Gulbenkian), Lisboa / MCG 04822

Pasta com documentação referente à programação das atividades da FCG para os anos de 2017 a 2019. Contém correspondência interna e externa. 2016 – 2017


Exposições Relacionadas

Definição de Cookies

Definição de Cookies

Este website usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. Podendo também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.