Política da Qualidade

A presente Política define as linhas de orientação relativas à atividade da Biblioteca de Arte e foi definida com base na Política da Qualidade da Fundação Calouste Gulbenkian. Por esta razão, deve ser assumida como um complemento a seguir por todos os colaboradores envolvidos na referida atividade.

A Fundação pretende que a Biblioteca de Arte seja um centro de informação e documentação de excelência sobre as atividades artísticas, críticas, didáticas e académicas nas áreas da história da arte, das artes visuais, da fotografia, da arquitetura e do design, em Portugal, entre o século 20 e a atualidade, disponibilizando o seu acervo documental aos públicos especializados, promovendo a investigação científica, potenciando o papel cívico da Arte na sociedade e apoiando as várias unidades orgânicas na concretização das diversas atividades da Fundação.

Consciente da relevância deste papel, a Fundação estabelece as seguintes orientações estratégicas para os serviços a prestar pela Biblioteca de Arte:

  • Prospeção constante e seleção criteriosa e consistente de conteúdos de modo a assegurar a disponibilização de recursos de informação de referência e atualizados
  • Desenvolvimento das coleções e dos serviços, em sintonia com as necessidades dos seus diferentes Públicos e de outras Partes Interessadas relevantes
  • Oferta de um conjunto coerente de serviços de difusão e acesso recorrendo a soluções e meios consistentes com a permanente evolução tecnológica
  • Divulgação e exploração proativa dos recursos de informação, especialmente dos que assumem caráter patrimonial, privilegiando os meios digitais de difusão, contribuindo para a minimização dos impactes ambientais e promovendo a sustentabilidade.

 

Como princípios de atuação diária, necessários à concretização das orientações anteriores, consideram-se:

  • Brio Profissional
    Todos os Colaboradores que prestam serviço na Biblioteca de Arte devem ter as competências adequadas às suas funções, ser exigentes consigo próprios, no sentido de desempenharem as suas funções com o rigor devido, estarem atentos às necessidades dos seus Públicos no respeito pelos princípios da liberdade intelectual, do livre acesso à informação e da liberdade de expressão e no reconhecimento do direito à privacidade destes na utilização dos serviços e recursos, bem como contribuírem proativamente para a identificação e implementação de oportunidades de melhoria.
    Todos os Colaboradores devem ter consciência da importância da sua atitude para a satisfação dos Públicos e para o sucesso da Biblioteca de Arte.
  • Espírito de Equipa
    A Direção da Biblioteca de Arte deve promover o espírito de equipa entre os seus Colaboradores, para que cada um se envolva ativamente na concretização da missão e dos objetivos de grupo e na cooperação interdepartamental de modo a contribuir para o êxito de todas as atividades.
  • Cumprimento dos Requisitos
    A Biblioteca de Arte deve assegurar a prestação de serviços de forma coerente com todos os requisitos aplicáveis, incluindo os de caráter legal e regulamentar relacionados com os domínios do armazenamento, gestão e disponibilização da informação bem como quaisquer outros específicos solicitados pelos Públicos ou por outras Partes Interessadas, incluindo os relacionados com os cidadãos com necessidades especiais, em sintonia com os procedimentos internos.
  • Proteção do Ambiente
    A Biblioteca de Arte deve assegurar a implementação de procedimentos e medidas que contribuam para a sustentabilidade ambiental, nomeadamente através da redução do uso de papel, da utilização de métodos de conservação e preservação que privilegiem o uso de materiais reutilizáveis e produtos com o menor impacte ambiental possível, dando preferência a soluções não-invasivas, não-tóxicas e ecológicas.
    Todos os colaboradores e demais partes interessadas envolvidas devem cumprir as boas práticas de gestão ambiental aplicáveis e assegurar a adequada separação e encaminhamento de resíduos decorrentes da atividade.
  • Promoção da Saúde e da Segurança no Trabalho
    A Direção da Biblioteca de Arte, em conjunto com as Unidades Orgânicas envolvidas no tema, deve definir os procedimentos e implementar as ações necessárias para que os seus Colaboradores e Públicos usufruam das condições mais adequadas à preservação da sua saúde e segurança. Todos os Colaboradores devem cumprir os procedimentos previamente definidos.
  • Satisfação dos Públicos
    A Biblioteca de Arte deve assegurar a implementação de procedimentos e medidas que contribuam para a satisfação dos seus Públicos, com relevo para a oferta de informação e para as formas de acesso. Para identificação de eventuais oportunidades de melhoria, devem existir mecanismos, proativos e sistemáticos, de auscultação e de recolha de opiniões que permitam a respetiva análise dos resultados obtidos.
  • Melhoria Contínua
    A Direção da Biblioteca de Arte deve definir, de forma sistematizada, ações e objetivos, que contribuam para a melhoria contínua da eficácia e da eficiência do sistema de gestão da qualidade aplicável, quer na perspetiva interna quer na perspetiva dos seus Públicos-alvo e demais Partes Interessadas relevantes, de modo coerente com os princípios do desenvolvimento sustentável e outras orientações incluídas na presente Política da Qualidade.

 

Versão 2 – 08 novembro 2019