27 Julho 2020

Anunciados os vencedores do prémio Be Heard

Be Heard Announcement
Be Heard Announcement© DR

Em abril de 2020, o Serviço das Comunidades Arménias lançou o prémio “Be Heard”, uma iniciativa inédita destinada a falantes de língua arménia, desafiados a refletir e a expressar-se, através de trabalhos audiovisuais, literários ou musicais inovadores, sobre as questões que a humanidade enfrenta atualmente.

Foram recebidas 165 candidaturas de 18 países, com propostas em diferentes formatos: música, poesia, textos, animações, criações multimédia e caricaturas. A idade dos candidatos variou entre os 8 anos e 83 anos.

Um júri interno, composto por sete colaboradores da Fundação Gulbenkian, avaliou as candidaturas, tendo atribuído 60 prémios. O regulamento previa inicialmente 50 prémios mas em virtude do elevado número de candidaturas de grande qualidade, o júri decidiu aumentar o número de distinções. Registaram-se 25 vencedores oriundos da Arménia e 35 da Diáspora.

Estatísticas Candidaturas ( em Inglês)

 

Um dos principais objetivos deste prémio consistia em permitir que as pessoas de todas as idades e origens pudessem expressar-se em língua arménia de um modo diversificado e criativo. A qualidade e a originalidade das propostas e a atualidade das ideias expressas foram os principais critérios de seleção do júri. O júri teve também em consideração a diversidade dos formatos, a idade dos candidatos e o país de residência.

Foi com satisfação que se constatou o elevado número de jovens que se candidataram ao prémio “Be Heard”, respondendo ao desafio de expressar a sua criatividade em língua arménia, indo ao encontro do objetivo do prémio:  fomentar uma cultura de inovação, promovendo o contacto entre os vários falantes, independentemente do local onde se encontrem.

O espírito deste prémio ficou bem resumido numa carta enviada, posteriormente, por um dos participantes: ” Estou muito feliz por ter escrito sobre estes tópicos em arménio pela primeira vez em 10 anos, após a conclusão do ensino secundário! Escrevo sempre noutras línguas, mas nunca tinha pensado que fosse possível fazer o mesmo em arménio. Pensei que tinha esquecido [como escrever em] arménio, as primeiras palavras surgiram com alguma dificuldade, mas passados alguns minutos, tudo regressou naturalmente… A única coisa de que eu precisava era de ter a oportunidade”.

Agradecemos a todos os participantes.

Lista dos Vencedores

 

Também gostaríamos de partilhar algum feedback que recebemos dos candidatos em Arménio. 

Artigo em Arménio