Carriça

Troglodytes troglodytes

A carriça é uma ave insetívora muito comum em Portugal e com uma ampla distribuição pela Eurásia.

O nome científico da carriça – Troglodytes troglodytes – deriva do vocábulo grego para “habitante das cavernas”. Este significado alude a um dos traços fundamentais da ecologia destas pequenas aves, que é o facto de estarem muito associadas a zonas de vegetação densa, como sebes, silvados, bosques diversos, matas ripícolas e parques e jardins urbanos.

Ao contrário do que sucede com a maioria dos Passeriformes, o sistema de acasalamento da carriça não é monogâmico mas sim poligénico, o que significa que um macho pode ter no seu território mais do que uma fêmea e mais do que um ninho ativo.

O canto da carriça é reconhecido pelos ornitólogos como um dos mais variados e sonantes, facto especialmente marcante se considerarmos o seu reduzido tamanho. Donald Kroodsma, uma autoridade no estudo da biologia do comportamento vocal das aves, considera o canto da carriça como “o pináculo da complexidade do canto” nestes animais.

Texto: João E. Rabaça