Isabel Baraona (1974)

Um diário ficcional conseguido com textos manuscritos e autorretratos ao espelho.

Amanhã, depois de amanhã / Isabel Baraona. [Lisboa]: Páreaspárias, 2013. Exemplar 59/60, assinado pela artista. LA 297.
Amanhã, depois de amanhã / Isabel Baraona. [Lisboa]: Páreaspárias, 2013. Exemplar 59/60, assinado pela artista. LA 297.
Amanhã, depois de amanhã / Isabel Baraona. [Lisboa]: Páreaspárias, 2013. Exemplar 59/60, assinado pela artista. LA 297.
Amanhã, depois de amanhã / Isabel Baraona. [Lisboa]: Páreaspárias, 2013. Exemplar 59/60, assinado pela artista. LA 297.

Isabel Baraona diz que “Amanhã, depois de amanhã tem como ponto de partida um conjunto de textos manuscritos e parcialmente apagados, assim como autorretratos ao espelho; um diário ficcional.”

Amanhã, depois de amanhã / Isabel Baraona. [Lisboa]: Páreaspárias, 2013. Exemplar 59/60, assinado pela artista. LA 297.
Amanhã, depois de amanhã / Isabel Baraona. [Lisboa]: Páreaspárias, 2013. Exemplar 59/60, assinado pela artista. LA 297.
Amanhã, depois de amanhã / Isabel Baraona. [Lisboa]: Páreaspárias, 2013. Exemplar 59/60, assinado pela artista. LA 297.
Amanhã, depois de amanhã / Isabel Baraona. [Lisboa]: Páreaspárias, 2013. Exemplar 59/60, assinado pela artista. LA 297.

Artistas falam dos seus livros

Isabel Baraona produz livros de artista, múltiplos, desde 2008. Escolheu um dos espaços da Biblioteca para falar sobre a sua prática artística onde o desenho, a pintura e a palavra são elementos essenciais.


Livros de Artista e Edição Independente

Inspirada pelo interesse e amor aos livros de arte do Fundador, a Biblioteca de Arte está a desenvolver uma coleção de livros de artista. Descubra os livros da coleção.

Saiba mais
Atualização em 03 janeiro 2022