Fotografias com história

Muitas memórias podem surgir ao ver estas fotografias dos estúdios Mário e Horácio Novais que registaram o quotidiano, a arquitetura e fizeram trabalhos para publicidade.

 

Os irmãos Mário e Horácio Novais

Mário (1899-1967) e Horácio Novais (1910-1988) pertenciam a uma família de fotógrafos – filhos de Júlio Novais (1867-1925), sobrinhos de António e Eduardo Novais – e trabalharam juntos nos anos de 1925 a 1927.

Mário Novais começou a sua atividade profissional como retratista, nos anos de 1920, na Fotografia Vasquez, e em 1933 montou o seu próprio estúdio – o Estúdio Novaes – em Lisboa. Para além de fotografia de obras de arte e arquitetura, em que se especializou, praticou igualmente a fotorreportagem, a fotografia publicitária, a comercial e a industrial.

Horácio Novais trabalhou até 1931 como repórter fotográfico no jornal O Século e nesse mesmo ano fundou o seu estúdio, em Lisboa, na Rua da Horta Seca n. 7, passando a trabalhar como fotógrafo independente.

 


A Biblioteca de Arte em Casa

A Biblioteca de Arte e Arquivos quer continuar a partilhar as suas coleções e para isso preparámos um “best of” que revela livros e revistas – alguns pertencentes à biblioteca de Calouste Gulbenkian – fotografias e livros de artista, documentos que fazem parte da história da Fundação Calouste Gulbenkian e momentos de trabalho que ficam longe dos olhares do público.

Saiba mais