Anteprojecto – Rega

Logo em 1961 foi apresentado, ao nível do Anteprojeto, um esquema de rega que será depois desenvolvido no plano de execução. Este esquema de rega perdurará, praticamente sem grandes alterações, até 1999. Ano em que se inicia a sua substituição e o que determinou a realização das intervenções no Jardim Gulbenkian, entre os anos de 2000 e 2014, da autoria de Gonçalo Ribeiro Telles. No esquema apresentado para a geometria de rega são definidas duas categorias de aspersores de acordo com as características da área que regam. São propostos:

– Aspersores encastrados que se subdividem de acordo com a pressão que apresentam (1,5A a 2,5A e de 2,5A). Estes regam as floreiras, as coberturas, os pátios e áreas de relvado.

– Aspersores móveis são propostos nas zonas de mata ou de coberto vegetal mais denso.

  • Data de produção: 31/12/1961
  • Projetistas (autores principais): TELLES, Gonçalo Pereira Ribeiro, BARRETO, António Facco Viana
  • Contribuintes (autores secundários): FCG - Serviço de Projectos e Obras
  • Fase do projeto: Do concurso ao anteprojeto
  • Identificador: PT FCG FCG:SPO-S015/01-DES01108

Para consultar a versão original deste documento deverá contactar os Arquivos Gulbenkian através do endereço eletrónico arquivos@gulbenkian.pt e referenciar o identificador