Verdi: Otello

Coro e Orquestra Gulbenkian

A ópera Otello de Giuseppe Verdi e Arrigo Boito representa não apenas o excecional resultado de uma intensa e frutuosa colaboração entre compositor e libretista, mas também uma das mais importantes obras no repertório de toda a ópera. Na interpretação musical do universo da peça de Shakespeare, trabalho que lhe tomou vários anos, Verdi atingiu um novo nível de qualidade na sua produção operática. À frente do Coro e Orquestra Gulbenkian nesta gravação ambiciosa e pioneira, esteve o dinâmico e experiente maestro Lawrence Foster, cuja colaboração com a Pentantone produzira já gravações como Zigeunebaron de Johann Strauss Jr. e Usher House, de Gordon Getty.

Os solistas Melody Moore (soprano), Nikolai Schukoff (tenor) e Lestern Lynch (barítono) encarnam os intemporais personagens de Shakespeare com a vitalidade e intensidade dignas da grande (e última) tragédia de Verdi. A prestigiada soprano americana Melody Moore, uma das mais promissoras cantoras da sua geração, prova que a sua jovem e dramática voz é absolutamente irrepreensível na tradição italiana de uma Renata Tebaldi. O austríaco Nikolai Schukoff abre novamente o seu leque de repertório, interpretando o exigente papel principal de Otello com uma confiança entusiasmante. A interpretar o seu cruel rival, Iago, o barítono americano Lester Lynch exibe a sua experiência vocal na subtileza de cada nota desta sombria e ameaçadora obra.

 

Intérpretes:
  • Coro Gulbenkian
  • Orquestra Gulbenkian
  • Lawrence Foster (maestro)
  • Nikolai Schukoff (Tenor)
  • Melody Moore (Soprano)
  • Lester Lynch (Barítono)