Tobias Wögerer

Maestro

O maestro austríaco Tobias Wögerer nasceu em Linz, em 1991. Estudou violoncelo na Universidade Mozarteum de Salzburgo e na Universidade de Música e Artes de Viena. Realizou estudos superiores de direção de orquestra na Universidade de Música Franz Liszt, em Weimar, com Nicolás Pasquet e Ekhart Wycik. Como maestro, a sua carreira prossegue em franca ascensão. Nos últimos anos, concretizou uma série de projetos pessoais e recebeu convites de muitas orquestras. Em 2013 fundou a orquestra Symphonic Ensemble Aktuell e tornou-se Diretor Musical da Euregio Jeugdorkest, que liderou até 2016. Como maestro convidado, dirigiu a Philharmonie Salzburg diversas vezes, tendo colaborado com solistas como Benjamin Schmid, Olga Scheps ou Nikolai Tokarev.

No outono de 2016, Tobias Wögerer dirigiu a sua primeira produção de ópera, Der Kaiser von Atlantis, de Victor Ullmann, no Festival Bruckner de Linz. Em março de 2017 estreou-se à frente da Orquestra Bruckner de Linz e, pouco tempo depois, obteve grande sucesso, à frente da sua própria orquestra, no Konzerthaus de Viena. No verão de 2017 dirigiu a Filarmónica de Viena no Festival de Salzburgo, tendo sido convidado a regressar em 2018.

Desde a temporada 2018-2019, Tobias Wögerer é Maestro Assistente da Gustav Mahler Jugendorchester, prestigiada orquestra juvenil à frente da qual se estreou na Fundação Gulbenkian em fevereiro de 2019. Sucedeu nessas funções a Lorenzo Viotti, atual Maestro Titular da Orquestra Gulbenkian, acrescentando assim o seu nome a uma lista de eminentes maestros como, entre outros, Franz Welser-Möst, Manfred Honeck, Patrick Lange ou David Afkham.