Maxim-Emelyanychev-destaque

Maxim Emelyanychev

Cravo e Direção

Maxim Emelyanychev nasceu em Dzerjinsk, na Rússia, no seio de uma família de músicos. Estudou piano e direção de orquestra na Escola de Música de Nijny Novgorod, tendo posteriormente ingressado na classe do maestro Gennadi Rozhdestvensky no Conservatório Tchaikovsky de Moscovo. Estudou também cravo e pianoforte com Maria Uspenskaya. Foi premiado em vários concursos internacionais de cravo, piano e direção. Em 2013 recebeu a “Mascara de Ouro”, o mais prestigiado prémio russo de teatro, como cravista de As bodas de Figaro, de Mozart, no Teatro de Ópera e Ballet de Perm.

Maxim Emelyanychev estreou-se como maestro aos 12 anos de idade. Ao longo do seu percurso dirigiu várias orquestras na Federação Russa e a nível internacional, tanto barrocas como sinfónicas. É simultaneamente o Maestro Principal da Sinfónica Juvenil de Nijny Novgorod e da orquestra barroca Il pomo d’oro, liderando esta última nos seus variados projetos de concerto e ópera. Colabora com artistas de renome como R. Minasi, X. Sabata, J. Lezhneva, S. Karthäuser, F. Fagioli, D. Sinkovsky, A. Lubimov, T. Currentzis, P. Ciofi, ou Katia e Marielle Labèque. Para além da direção musical da digressão do programa In War & Peace, que gravou com Joyce DiDonato, a presente temporada inclui a sua estreia à frente da Orchestra della Svizzera Italiana. Como maestro convidado dirige, entre outras, a Orquestra Nacional de Lyon, a Sinfónica de Milão Giuseppe Verdi, a Royal Liverpool Philharmonic, a Orquestra Nacional de Bordéus e a Sinfónica de São Petersburgo, esta última no âmbito do Arts’ Square Festival fundado por Y. Temirkanov.

 

Maio 2018