Josep-Ramon Olivé

Josep-Ramon Olivé é natural de Barcelona. Realizou estudos superiores de Direção Coral e Canto na Escola Superior de Música da Catalunha, em Barcelona. Posteriormente concluiu o Mestrado em Canto e o Curso de Ópera na Guildhall School of Music and Drama, em Londres.

Colabora regularmente com as orquestras Le Concert des Nations, Les Arts Florissants, Orquestra Sinfónica de Barcelona e Orchestra of the Age of Enlightenment. Apresentou-se em importantes palcos como o Palau de la Música Catalana e L’Auditori (Barcelona), o Grande Teatro de Xangai, a Sala Tchaikovsky de Moscovo, a Philharmonie de Paris, o Kontzerthaus de Viena, o Wigmore Hall e Barbican Hall (Londres). Entre os maestros com quem trabalhou incluem-se os nomes de Jordi Savall, William Christie, Kazushi Ono e Alain Guingal.

Em 2017, Josep-Ramon Olivé recebeu a Medalha de Ouro da Guildhall School. Em 2015 foram-lhe atribuídos o 1.º Prémio e o Prémio do Público no Concurso de Canto Handel de 2015. Na temporada 2017/18 foi selecionado para a academia Le Jardin des Voix, sob a direção de William Christie e Paul Agnew. Josep-Ramon Olivé gravou para as etiquetas Alia-Vox, Columna Música, Phaedra, Discmedi, Solfa e Musièpoca. Compromissos recentes incluem a estreia no Festival de Peralada, o recital de abertura do LIFE Victoria Festival, em Barcelona, acompanhado por Malcolm Martineau, e a sua estreia operática no Gran Teatre del Liceu de Barcelona.