Adrian Martinez © GM – Márcia Lessa

Adrián Martínez

Trompete

Adrián Martínez nasceu em Valência em 1993. Iniciou seus estudos musicais aos nove anos de idade na Agrupació Musical l’Amistat, em Quart de Poblet, Valência. Terminou a licenciatura em trompete no Conservatório de Valência, onde estudou com Jaime Casas. Prosseguiu a sua formação no Conservatório Superior de Música de Castelló Salvador Seguí, com Vicente Campos e Miguel Ángel Navarro, tendo terminado em 2016 com as mais altas classificações. Frequentou masterclasses de Gabor Tarkovi, Barbara Butler, Charlie Geyer, Pacho Flores, Allen Vizzutti, Michel Sachs e Ole Antonsen, entre outros.

Durante os seus estudos, foi membro de orquestras juvenis como a Orquestra da Juventude de Valência, a Orquestra da Universidade de Valência, a Orquestra Juvenil da União Europeia e a Gustav Mahler Jugendorchester. Foi bolseiro da Académie de la Musique Française, tendo trabalhado com Thierry Caens e Michel Plasson, e da Music Academy of the West, na Califórnia, onde teve a oportunidade de trabalhar com Barbara Butler, Charlie Geyer e Paul Merkelo, e ainda com os maestros Alan Gilbert e James Gaffigan, entre outros.

Como solista, venceu o Concurso Internacional de Trompete Ruben Simeó, em Monção, e o Concurso Nacional Ciudad de Xativa, em Valência, e foi o segundo prémio no International Trumpet Competition, Theo Charlier.

Colaborou com a Orquesta de la Generalitat Valenciana, a Orquestra de Valência, a Orchestra del Maggio Musicale Fiorentino, a Orquestra Sinfónica da RTVE, a Orquestra Sinfónica de Bilbau e o REMIX ensemble. Desde 2018, é o chefe do naipe de trompetes da Orquestra Gulbenkian.