Maria João Pires

Slider de Eventos

Data

Loading

Local

Grande Auditório Fundação Calouste Gulbenkian
em residência II

Um ano depois de ter assinado um contrato de exclusividade com a prestigiada Deustche Grammophon, em 1989, a pianista portuguesa Maria João Pires gravou a sua primeira integral das sonatas para piano de Mozart. A autoridade que detinha sobre um autor que começara a apresentar em concerto aos sete anos não tardou a recolher o reconhecimento mais exclusivo: venceu o Grand Prix International du Disque e o CD Compact Prize. Considerada uma das mais luminosas intérpretes de Mozart do nosso tempo, Maria João Pires partilha o palco, nesta ocasião, com a pianista arménia Lilit Grigoryan.


Programa

Maria João Pires Piano
Lilit Grigoryan Piano

Wolfgang Amadeus Mozart
Sonata para piano a quatro mãos, em Dó maior, K. 19d
Sonata para Piano n.º 11, em Lá maior, K. 311 (Maria João Pires)
Adagio e Allegro para órgão mecânico, em Fá menor, K. 594 (4 mãos)
Fuga em Sol menor, K. 401 (4 mãos)
Sonata para Piano n.º 18, em Ré maior, K. 576 (Lilit Grigoryan)
Sonata para piano a quatro mãos, em Dó maior


Informação Relacionada

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.