2 Agosto 2019

Os animais no Jardim Gulbenkian

No Jardim, há alimento para todos os animais. Alimentá-los com comida processada significa pôr a sua saúde em risco.

Todos os animais que surgem naturalmente no Jardim são selvagens e desempenham um papel fundamental na manutenção do equilíbrio deste espaço, sobretudo através da sua alimentação natural. Ao comerem insetos, lesmas, algas, ervas, entre outros, impedem o desenvolvimento de potenciais pragas para as plantas e limpam a água dos lagos.

O pão é nutricionalmente muito pobre para as aves, tal como as bolachas, bolos e alimentos processados em geral. Ao alimentarem-se destes produtos as aves desenvolvem problemas de saúde como obesidade, malnutrição e problemas de desenvolvimento.

Por outro lado, ao terem enormes quantidades de alimento disponível, algumas populações crescem exageradamente. No caso dos patos que costumavam, muitos deles, ir dormir noutros locais de Lisboa, visitando diariamente vários jardins da cidade e muitos até fazendo migrações anuais para outros países, agora estão a tornar-se sedentários, quase domésticos, sendo já em maior quantidade do que a que o jardim pode suportar.

Além disso, os restos de pão não comidos vão apodrecer no jardim atraindo pragas e predadores como ratazanas, e criam poluição.

No Jardim, há alimento para todos os animais. Alimentá-los irá desequilibrar o ecossistema e pôr a sua saúde em risco.

Colabore connosco e espalhe esta mensagem.