Casuarina

Casuarina cunninghamiana

Família e descrição

Pertencente à família Casuarinaceae, a Casuarina cunninghamiana é uma árvore de folha persistente, dioica (flores macho e flores fêmea em árvores diferentes), de crescimento rápido, podendo atingir 30 m de altura.

De fuste estreito, a sua folhagem é verde escura acinzentada, agrupando-se em forma de agulhas.O tronco é ereto castanho acinzentado, bastante rugoso.

As flores são unissexuais, muito pequenas, surgindo no final da primavera. As masculinas são castanhas e agrupam-se em espigas terminais que se situam na periferia da copa, as femininas agrupam-se em inflorescências de aspeto cónico ou ovoide.

Os frutos são aquénios agrupados em infrutescências que se parecem morfologicamente com uma pinha de pinheiro em miniatura, do seu interior libertam-se sementes aladas.

Estas árvores possuem um sistema radicular vigoroso, e são fixadoras de nitrogénio.

 

Origem e habitat

Esta família de árvores e arbustos é originária das zonas áridas da Austrália e sudeste da Ásia.

São árvores que se podem desenvolver em todos os tipos de solo, sendo bastante resistentes, tanto à seca, como toleram encharcamento, são também resistentes a temperaturas negativas e à salsugem das áreas costeiras. Requerem luz direta, não se desenvolvendo em situações de sombra.

 

Utilizações e curiosidades

Pela sua versatilidade e características esta espécie é uma boa opção para estabilização de taludes e prevenção da erosão em áreas declivosas, bem como para a constituição de sebes de proteção aos ventos.

A sua madeira é aproveitada para lenha e pequenas construções.