FCG Secção: Jardim

Melro-preto

Turdus merula

Os melros-pretos devem o seu nome à característica plumagem negra dos machos; as fêmeas exibem uma plumagem mais pardacenta, mas na maioria das situações é possível distinguir os dois sexos. O bico alaranjado (ou amarelo) e o anel periocular da mesma cor constituem traços morfológicos dignos de realce.

O nome científico da espécie – Turdus merula –, atribuído por Linnaeus em 1758, tem o seguinte significado: Turdus é o termo latino para tordo, pois o melro-preto partilha o mesmo Género com os restantes tordos europeus, todos incluídos na Família Turdidae; merula em latim significa literalmente “melro”, vincando o caráter cosmopolita da sua distribuição.

Texto: João E. Rabaça